Como é habitual os programadores são os primeiros a ter acesso ao software, o que é possível já a partir desta quinta-feira. Ao público em geral a próxima versão do Android chegará alguns meses mais tarde, no terceiro trimestre do ano, de acordo com informação hoje revelada na Google I/O.

O calendário apresentado pela Google não é muito diferente daquele que a empresa costuma seguir em anos anteriores. A Google I/O volta a ser o local escolhido para detalhar a nova versão e o final do verão o timing escolhido para a lançar globalmente.

Na abertura do evento a Google revelou vários números, fazendo um balanço da penetração dos serviços da empresa nas várias áreas onde está presente, adiantando nas principais áreas já atingiu a marca dos mil milhões de utilizadores. Chrome, Android e motor de pesquisa e YouTube incluem-se neste leque. No caso do Gmail, a empresa também adiantou números, revelando que tem hoje 900 milhões de utilizadores ativos.

Outros dados revelam que a Google já vendeu 17 milhões de unidades do Chromecast, que conta hoje com 20 mil aplicações de suporte, segundo Sundar Pichai, diretor de desenvolvimento da empresa.

Os mesmos dados indicam que há hoje 35 marcas de automóveis se associaram no último ano ao Android Auto, a plataforma do sistema operativo móvel para automóveis.

O Android Wear também foi referido, para dizer que até final do ano a empresa espera levar o sistema operativo para wearables a um número mais alargado de dispositivos - neste momento é suportado por sete modelos de relógios - e continuar a crescer no número de aplicações. Hoje são já 4.000.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.