Os testes foram realizados pelo Natural Resources Defense Council, que garante ter realizado diferentes experiências com as novas versões das consolas, lançadas no mês passado. As conclusões indicam que o consumo energético de ambos os modelos, num ano, pode ser até três vezes superior ao dos modelos que os antecederam: a PS3 e da Xbox 360.



Os recursos introduzidos em ambos os modelos para diminuir o consumo energético apresentam resultados positivos em alguns pontos, mas esse impacto é eliminado quando o utilizador está a jogar ou a ver um filme, alturas em que o consumo energético é mais elevado em ambos os modelos.



No caso da Xbox, os testes revelaram por exemplo que a consola usa cerca de 40% mais energia durante um jogo, por comparação com a Xbox 360. No caso da PS4, o consumo de energia elétrica durante um jogo é duas vezes maior que o verificado com a PS3. Nos filmes também é a PlayStation 4 a maior consumidora de energia elétrica, na comparação com a Xbox One.



Já em modo inativo, a consola mais exigente em matéria de consumo elétrico é a Xbox One, que consome mais energia tanto em stand by, como nas alturas em que está mesmo desligada mas se mantém ligada à tomada, Isto acontece porque o sistema de reconhecimento de voz da consola se mantém de prevenção para uma potencial ordem do utilizador.



A entidade responsável pelos testes defende no entanto que ambas as marcas podem melhorar estes indicadores em atualizações de software aos modelos e detalham já alguns aspectos positivos das alterações feitas pelas duas fabricantes em termos da eficiência energética das consolas. A análise está disponível para consulta.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.