Um eventual estudo da evolução dos computadores portáteis em face das necessidades do mercado poderia fornecer algumas conclusões gerais bastante interessantes, nomeadamente, a forma como uma arquitectura desenvolvida, à partida, como de computação periférica ou secundária, com limitações físicas claras face ao formato principal do desktop, foi eleita pelos consumidores como plataforma privilegiada, obrigando os fabricantes a, nalguns casos e face às exigências do mercado, abandonar ou alterar significativamente algumas das características fulcrais inerentes ao conceito da portabilidade.

Na sua diversificação, os portáteis chegaram já a segmentos de consumidores cujas necessidades de entretenimento ou computação ultrapassam, em muito, as competências máximas imaginadas para os portáteis. A performance gráfica exigida pelos jogos mais recentes é um desses casos, tal como a visualização de conteúdos de alta-definição.

Essa evolução permite explicar o surgimento de "portáteis" com ecrãs de 18 polegadas ou mais e pesos superiores a 4kg, com opções de hardware e expansão que rivalizam com os mais apetrechados computadores de secretária. Aqui ficam alguns exemplos.

Asus G2S

O G2S, da Asus apresenta algumas características únicas bastante interessantes, claramente destinadas ao jogadores mais aficionados, incluindo um chassis reforçado, com tratamento externo mais durável ou a barra de informações Asus Direct Messenger, permitindo a consulta de novas mensagens de conversação, estado e alertas de sistema e outros alertas importantes, directamente num pequeno ecrã LED secundário, sem interferir com jogos a decorrer em ecrã total.

Sendo um portátil dirigido a jogadores, não podia deixar de faltar um toque de modding, como as luzes externas Direct Flash, com suporte para gráficos DirectX 9 e intensidade variável com o processamento gráfico ou a acentuação gráfica das teclas mais comummente utilizadas nos jogos, a vermelho.

Outras características incluem a webcam e microfone integrados, permitindo comunicações sem fios nos jogos em rede, placa gráfica discreta NVIDIA GeForce 8600M GT de 256MB, memória RAM pré-instalada de 4GB, leitor Blu-Ray, monitor de 17 polegadas com resolução máxima de 1920 por 1200 pixéis ou a porta HDMI, para integração com sistemas de alta-definição de imagem e som.

As opções de expansão encontram-se dentro da oferta da gama, mas, merecem, mesmo assim, ser referidas, começando pelas 5 portas USB 2.0 disponíveis, uma delas com interface e-SATA, slot para cartões ExpressCard, saída VGA e S-Video, leitor de cartões 4-em-1, Bluetooth 2.0 com EDR e Wi-Fi compatível com 802.11 a/b/g/n.

O G2S está disponível com diversos processadores, começando por um impressionante Intel Core 2 Extreme X7800 a 2.6GHz, com bus frontal a 800MHz, mas, possibilitando ainda a configuração com processadores mais modestos, como um Intel Core 2 Duo T7100, já da geração Penryn, a 1,8GHz.

Consoante as especificações, os preços do Asus G2S podem variar entre os 1.900 euros e os 3.000 euros. Disponível na maior parte das lojas de informática especializadas e algumas grandes superfícies de electrónica.

http://imgs.sapo.pt/gfx/454287.gif

Acer Aspire 8920

O Acer Aspire 8920 possui um carácter mais virado para a reprodução dos conteúdos de alta definição, embora satisfaça plenamente as expectativas de qualquer gamer, não só pelas opções de hardware, que incluem uma placa gráfica discreta NVIDIA GeForce 9650M GS com 512MB de memória vídeo e até 1280MB de memória partilhada, mas também pelo design exterior, incluindo a consola CineDash, um conjunto de controlos por toque, localizados ao lado do teclado e que mais parecem algo saído do filme "Relatório Minoritário".

Apesar das características mais distintivas do Aspire 8920 estarem relacionadas com as suas capacidades de reprodução HD e das suas funções como centro multimédia, não possuindo, ao contrário do portátil da Asus, controlos dedicados para jogos, as suas características são, como já foi referido, igualmente relevantes para os gamers.

Para além da excelente opção da placa gráfica, o Aspire 8920 apresenta ainda um ecrã com diagonal de 18,4 polegadas e resolução de 1920 por 1080 pixéis, porta HDMI, 4 portas USB 2.0, câmara web e microfone integrados, leitor de cartões 6-em-1, opção de sintonizador de televisão integrado, até 2 discos rígidos, Wi-Fi compatível com norma 802.11 a/b/g/n, Bluetooth 2.0 com EDR e memória RAM até 4GB.

O Aspire 8920 está disponível com sistema operativo Windows Vista Home Premium ou Windows Vista Ultimate, numa variedade de configurações e processadores distintos, com preços a partir de 1.799 euros.

http://imgs.sapo.pt/gfx/454288.gif

Toshiba Qosmio

Tal como o Acer, o < A HREF="http://www.toshiba.pt" target=_new>Toshiba Qosmio G50 é um centro de multimédia de alta-definição, ideal para a reprodução de conteúdos HD, mas, também, para queimar fps no Halo II. Ou não fosse este portátil um herdeiro distante do mesmo processador da PlayStation 3, integrado com a designação Toshiba HD Quad Core, em paralelo com o processador Intel Core 2 Duo T9400 a 2,53GHz e a gráfica NVIDIA GeForce 9600M GT, com 512MB de memória dedicada e até 1280MB de memória partilhada. Um conjunto explosivo.

Os processadores tipo Cell exigem, todavia, programação dedicada, pelo que a maior parte dos jogos para PC não irão tirar grande proveito desta mais-valia, reservada para a descodificação e codificação de conteúdos de alta-definição e algumas funções exclusivas do G50, como o reconhecimento facial ou o interface por gestos tridimensionais.

Para além destas características únicas, o Qosmio G50 possui ainda um ecrã LCD de 18,4 polegadas e resolução de 1920 por 1080 pixéis, duas drives SATA de 320GB, com possibilidade de distribuição em RAID, 4GB de memória RAM pré-instalada, Bluetooth 2.1 com EDR, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n, 4 portas USB, incluindo uma com interface e-SATA, porta Firewire, portas VGA, S-Video e HDMI, sistema de som Harman Kardon integrado, câmara web e slot para ExpressCard.

O Qosmio G50 tem um preço de venda ao público de 1.799 euros.

http://imgs.sapo.pt/gfx/454290.gif

No próximo mês a Toshiba vai colocar à venda em Portugal a sua “jóia da coroa” para os jogos, o Qosmio X300, o novo portátil que foi "transportado" da linha Satellite para a linha Qosmio. Este modelo vai custar 2.299 euros, e integra pela primeira vez em Portugal - na linha de portáteis Toshiba - o Windows Vista de 64 bits. Pelo pacote, é capaz de valer a pena esperar...

http://imgs.sapo.pt/gfx/451956.gif

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.