As máquinas fotográficas compactas são cada vez mais uma boa opção, contando actualmente com uma vasta oferta de equipamentos destinados aos mais variados tipos de utilizadores e necessidades.

Apesar das muitas funcionalidades e especificidades que já podem ser encontradas neste tipo de câmaras, a portabilidade será, sem dúvida, uma das características que faz com que muitos optem por uma solução deste género.

Por isso, e porque com as férias à porta são muitos os que pensam em substituir os seus equipamentos fotográficos, hoje seleccionamos algumas máquinas que fazem jus ao termo que designa o segmento: compacta.

As marcas chamam-lhes ultra-compactas, "slim" ou simplesmente "as mais finas" do seu portefólio. A pensar no Verão, escolhemos seis, que prometem caber em quase qualquer bolso e pesar pouco na bagagem, sem descurar a qualidade.

[caption]Nikon S3000[/caption]

A abrir o lote de hoje, apresentamos um dos mais recentes lançamentos da Nikon, a S3000. Mostrada no início deste ano, apresentada uma resolução de 12 megapixéis e um corpo com 19 milímetros de espessura, que não pesa mais de 116 gramas, já com a bateria e cartão de memória incluídos.

Apesar de pequenina, conta com uma lente grande angular de 27mm com um zoom óptico até 4x, o que a torna equivalente a uma 27-108mm, no tradicional formato 35mm. Como é essencial neste tipo de produtos, vem equipada com uma série de modos de disparo automáticos e optimizados para as várias situações que se apresentam, como sejam o retrato (com detecção automática de caras e sorrisos) ou a paisagem, que ajudam os utilizadores menos experientes e privilegiam uma captura de imagens rápida e eficiente.

A preocupação com o design está também patente no número de cores em que a máquina está disponível: oito. O ecrã é LCD e mede 2,7 polegadas (6,7 centímetros).

[caption]Nikon S3000[/caption]

Esta câmara, tal como todos os equipamentos que integram o lote de hoje, permite ainda a captação de filmes em alta definição (720p).

Outra das novidades de 2010 é a IXUS 130, da Canon. A máquina mais fina alguma vez fabricada pela marca mede 17,8 milímetros de espessura (no seu ponto mais estreito) e está determinada a não passar despercebida, com uma gama de cores que inclui, por exemplo, o laranja e o rosa metalizados.

O tamanho reduzido vem acompanhado de um sensor generoso, com uma resolução de 14 megapixéis (!) e de uma lente grande angular de 28mm, com zoom óptico até 4x, equivalente a uma lente 28-112m. Para tirar melhor partido da resolução, a câmara garante compatibilidade HDMI.

[caption]Canon IXUS 130[/caption]

Vem ainda equipada com um ecrã LCD TFT de 2,7 polegadas (6,7 centímetros) e mais de dez modos diferentes de disparo e inclui funcionalidades como a detecção de rostos, capaz de reconhecer até 35 caras numa imagem.

A próxima na lista é a Casio Exilim EX-2330, que segundo a fabricante "tem a espessura de um dedo mindinho" - que corresponde a 18 milímetros (na parte mais fina). O peso indicado nas especificações do equipamento é 100 gramas, mas não inclui a bateria ou outros acessórios, como um eventual cartão para expandir a sua memória de 35,2 MB.

[caption]Casio Exilim EX-2330[/caption]

A resolução é de 12 megapixéis e o zoom óptico de 3x, com uma lente equivalente a uma 35,5-106,5mm. A marca destaca ainda o novo processador Exilim Engine 5.0 e a função "foto dinâmica melhorada", que permite cortar motivos de uma fotografia que acabou de ser tirada e usá-los noutra, como fundo. É também possível cortar vários motivos de imagens captadas em série e usá-los para criar uma sequência dinâmica, na qual o motivo se mexe e o fundo permanece estático.

Para a edição e visualização, pode contar com um ecrã LCD TFT de 2,7 polegadas (6,7 centímetros) e quanto a "outras" preocupações com a imagem, podemos assegurar-lhe que a câmara está disponível em cinco cores diferentes.

Para quem estiver disposto a "ceder" mais alguns milímetros do seu precioso espaço, valerá sempre a pena conferir a proposta da Panasonic Lumix para este segmento das ultra-compactas. A DMC-FP8 já não é nenhuma novidade, mas continua a ser mais fina da marca, com os seus 20,2 milímetros de espessura e 131 gramas de peso.

Os valores podem não impressionar quando comparados com outras marcas, mas para a fabricante que tem a mais-valia das poderosas lentes Leica, constitui um feito, uma vez que os seus equipamentos não são propriamente famosos por serem muitos leves ou muito pequenos. A qualidade, por sua vez, não costuma deixar a desejar.

[caption]Lumix FP8[/caption]

Uma das características mais apreciadas neste modelo é a sua velocidade de desempenho, entre os "recordes" encontra-se o tempo que leva a ligar-se: menos de um segundo. O sensor é de 12.1 megapixéis e vem com uma lente (Leica) grande angular de 28mm, com um zoom de 4,6x, equivalente a uma 28-128mm.

Tal como os modelos anteriores, tem vídeo HD - aqui com a particularidade da poder ser passado directamente para os televisores Viera da Panasonic, ecrã de 2,7 polegadas. Em Portugal, ao contrário de outros países onde o leque é mais alargado, a máquina só está disponível em três cores: preto, cinzento e vermelho.

A terminar ficam duas propostas que levam muito a sério o conceito de "fino". Falamos da Samsung ST60 e da Sony Cyber-Shot TX1, ambas com 16,5 milímetros de espessura.

[caption]Cyber-Shot TX1[/caption]

A referência à Cyber-Shot será breve, uma vez que as suas características já foram apresentadas pelo TeK aquando do seu lançamento, por se tratar também de uma das poucas máquinas da marca com compatibilidade com uma docking-base que permite transformar a câmara num fotógrafo automático e independente. Hoje é mencionada por continuar a ser a mais estreita da Sony. Tem 10,2 megapixéis de resolução, um zoom óptico de 4x e um LCD de 3 polegadas, sensível ao toque. Está disponível em preto, cinza, rosa e azul.

Mais recente é a proposta da Samsung. A ST60 tem um corpo em alumínio e uma "capa protectora de última geração", garante a fabricante, que tem nos últimos anos apostado com mais vigor no mercado de fotografia.

[caption]Samsung ST60[/caption]

Um sensor de 12,2 megapixéis, uma lente grande angular de 27mm e 5x de zoom óptico (equivalente a 27,5 - 110 mm) são outros dos ingredientes capazes de ajudar ao sucesso do equipamento. Assegurada fica também a ligação HDMI.

A par das prometedoras características de hardware, a máquina garante ainda, para além dos habituais modos de disparo automáticos, funcionalidades como os filtros, que permitem acrescentar efeitos como a "miniaturização" dos motivos nas fotografias ou a famosa distorção proporcionada pelas lentes "olho de peixe".

[caption]Samsung ST60[/caption]

A mesma linha conta ainda com o modelo ST70, bastante semelhante a este mas com uma resolução de 14 megapixéis e mais um milímetro (!) de espessura.

Os equipamentos propostos encontram-se todos disponíveis no mercado português, nos pontos de venda habituais. Os sites das fabricantes não apresentam valores oficiais de venda e os preços variam consoante o canal, pelo que o TeK se absteve de listar as (muitas) propostas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.