A nova versão do Office foi ontem apresentada pela Microsoft, que disponibilizou a Customer Preview do produto. Em ano de atualizações de várias linhas de produtos, a suite de produtividade também tem espaço para uma mudança, que se faz pela aposta reforçada na nuvem e nas ferramentas sociais, mas também pela adaptação do produto a uma lógica de interação por toque, uma evolução que a empresa está a fazer nos vários produtos dirigidos ao segmento do consumo (e não só).



No que se refere à interação com o utilizador o novo Office foi desenhado para responder às instruções recebidas através do teclado, como sempre, mas também através dos dedos ou de uma caneta digital. Com este elemento o utilizador pode criar conteúdos, tirar apontamentos e aceder a funcionalidades várias.



Destaque ainda para algumas novidades ao nível das aplicações integradas como o OneNote e o Lync, agora em estilo Windows 8, redesenhadas para a interação por toque. O OneNote ganha um novo menu Radial que torna mais fácil o acesso às funcionalidades a partir do toque e assegura uma visão simplificada do leque do opções do produto, que também foram alargadas.

[caption]Menu Radial OneNote[/caption]

Reforçada, a aposta na cloud permite que os documentos Office sejam agora, por definição, guardados no SkyDrive, o que garante a sua disponibilidade a partir de outros dispositivos, a qualquer momento, com e sem Internet ligada, já que os documentos guardados no serviço online são sincronizados sempre que é estabelecida ligação à Internet.



Da mesma forma, esta ligação à nuvem permite que o utilizador passe a contar com a garantia de que as suas definições personalizadas estão disponíveis em todos os dispositivos onde este pode aceder ao software.



Ficheiros recentemente utilizados, modelos e dicionários personalizados estão entre os elementos disponíveis a partir de qualquer equipamento. A capacidade de partilha de documentos e informação, que já estava disponível, também é melhorada nesta nova versão.

Outro aspeto interessante é o facto do Word passar a memorizar o ponto em que o utilizador está a ler um documento. Assim, este sai do programa e quando volta – noutro ou no mesmo dispositivo – volta ao local onde estava. Não é uma exclusividade do Office mas é sem dúvida funcional.

[caption]Word Read[/caption]

Na nuvem, as funcionalidades completas do Office estão disponíveis através de pacotes de subscrição, configurações que também vão ser atualizadas com o novo lançamento.




Os detalhes só serão conhecidos no verão, mas na apresentação que ontem fez Steve Ballmer adiantou já que serão lançados três novos serviços de subscrição do Office 365 e que estas novas ofertas vão incluir as novas edições das aplicações que integram o Office 2013 - Word, Excel, PowerPoint, OneNote, Outlook, Publisher e Access. Qualquer sensação de que a Microsoft está a tentar canalizar as vendas do Office para este modelo cloud está completamente certa e a empresa já o assumiu.



O Office 365 estará assim disponível em versão Home Premium, dirigido aos utilizadores particulares, numa versão que inclui 20 GB adicionais de armazenamento no Skydrive e 60 minutos Skype mensais, para utilização mundial, nas versões Small Business Premium e ProPlus.



O Office 365 Small Business Premium – para PMEs – inclui correio eletrónico de nível empresarial, calendários partilhados, ferramentas de website e videoconferência HD, enquanto o Office 365 ProPlus – para empresas de maior dimensão – integra “capacidades empresariais avançadas e flexibilidade para puderem implementar e gerir na cloud”, descreveu a fabricante.





Na componente social, e no que se refere às propostas mais vocacionadas para empresas, o Office aposta na rede social Yammer, que funciona de forma integrada com o SharePoint e o Microsoft Dynamics.




Na apresentação de contactos as preocupações com uma apresentação mais social também são visíveis. O People Card, demonstra-o ao dar uma visão integrada dos contactos registados pelo utilizador, incluindo informação disponível, imagens, atualizações de estado e feeds de atividades em serviços como o Facebook ou o Linkedin.

[caption]PeopleCard[/caption]

O redesenho da interface para um formato mais intuitivo e user friendly é outra alteração importante no novo Office e verifica-se a vários níveis (na imagem abaixo pode ver o novo ecrã inicial do Word). O modo de leitura dos documentos no Word (mostrado na 2ª imagem) é um exemplo.
A forma mais intuitiva como a informação contida nos ficheiros Excel passa a ser mostrada é outro.

[caption]Excel[/caption]

A informação passa a ajustar-se automaticamente ao tamanho do ecrã, no Word, e o número e cliques necessários para aceder à informação disponibilizada pelas ferramentas de análise reduz-se significativamente.

[caption]Ecrã inicial do Word[/caption]

A integração entre produtos que a maior imersão do Skype traduz no Office também é visível a outros níveis, com a Microsoft a procurar claramente tirar partido do facto dos utilizadores estarem sempre – ou quase sempre - ligados à Internet. Outro exemplo claro dessa preocupação à a ligação do Bing ao Outlook, para facilitar a pesquisa de direções e a visualização de localizações no mapa. O utilizador pode ter acesso a essa informação sem ter de chegar a sair do correio eletrónico.

[caption]Outlook com Bing[/caption]

Aproveite ainda para ver - ou rever - o vídeo disponibilizado pela Microsoft, onde são mostradas algumas novidades do novo Office.










Entretanto pode fazer o download desta versão quase final odo Office, gratuitamente e com a garantia da Microsoft de que a experimentação não interfere com outras versões ou aplicações de produtividade que tenha instaladas.




Tendo em conta que muitas das novidades dos produtos incluídos no Office são essencialmente alterações ao nível da experiência de utilizador, aproveite e partilhe connosco as primeiras impressões sobre o novo Office.




Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.