Há três anos o mundo acordou mais pobre com a notícia do falecimento de Steve Jobs, que acabou por ceder a uma doença prolongada, falecendo a 5 de outubro de 2011.

Na altura muitas homenagens e memoriais foram feitos ao homem carismático que liderou a Apple durante 35 anos, embora não de forma contínua, e que é reconhecido por ter revolucionado várias áreas de negócio, da informática e do computador pessoal à música digital, passando pelos telemóveis e a indústria de animação.

Polémico, como não podia deixar de ser numa figura desta importância, o executivo é ainda recordado como "o" visionário por detrás da linha de produtos da empresa que continua a ser vista como um dos expoentes da inovação, e que se tornou numa das empresas mais valorizadas do mundo, e líder em vários mercados.

O atual CEO da Apple, Tim Cook, está longe de conseguir a mesma admiração e as novas gerações de produtos anunciadas pela marca são habitualmente escrutinadas para detetar aspetos que não passariam no crivo de Steve Jobs.

A verdade é que nos últimos três anos a Apple tem "surfado" a onda das inovações desenvolvidas por Steve Jobs e que o primeiro produto verdadeiramente inovador da era pós-Steve Jobs é o Watch, que será lançado no próximo ano e que ainda terá de dar provas.

Hoje deixamos algumas das inovações que saíram da fábrica de inovação da Apple e diretamente da cabeça de Steve Jobs.




Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.