Numa área tão vasta como a Internet, além de conteúdos infindáveis existem também várias maneiras de aceder a essa informação, e por isso os navegadores de Internet são uma ferramenta quase indispensável para a utilização diária de um computador, smartphone ou tablet.

Ao contrário do que muitos podem pensar, a variedade de navegadores de Internet é grande e a escolha não se resume às principais ofertas marcadas pela chancela do Chrome, Firefox ou Internet Explorer. Existem navegadores mais simples, dedicados quase à "pura" navegação, existem navegadores mais "profissionais" que têm um ecossistema de plug-ins que permitem executar diversas tarefas e controlar várias ações a partir do browser. Existem ainda navegadores que são mais específicos e, efetivamente, não se destinam a todos os utilizadores.

O TeK começa aqui uma série que decidimos chamar de "navegadores alternativos", e durante as próximas semanas vai dar a conhecer - ou vai relembrar - a existência de alguns browsers que por vezes parecem "perdidos" no meio da rede. Hoje o artigo é dedicado ao sistema operativo Windows, ainda que as alternativas escolhidas possam também estar disponíveis para outros sistemas operativos.

Verifique na lista abaixo se há algum merecedor de substituir o seu atual navegador.

Maxthon

Desenvolvido pela MySoft Technologie, o Maxthon apresenta-se de forma convicta e sem rodeios: consegue abrir páginas de Internet até 200% mais rápido que o Google Chrome, por exemplo. A rapidez com que as páginas são carregadas e a fluidez da navegação graças a um sistema que impede "engasgos", são as principais características deste browser.

O motor de navegação é o mesmo usado no Internet Explorer, mas existe a possibilidade de o utilizador trocar o engine por aquele que também é usado no Firefox, caso encontre problemas de compatibilidade. Os níveis de personalização do Maxthon, tanto a nível visual como a nível de ferramentas extras, tornam-no numa alternativa viável aos principais browsers.

[caption]Maxthon Browser[/caption]

Outra das características do Maxthon é o número de ações que é possível executar diretamente a partir do navegador e que veem de origem, como é o caso da incorporação com três serviços de cloud. Este navegador alternativo permite ainda que os utilizadores arrastem links para a barra de endereços, a partir de outras aplicações e permite a criação de atalhos através de gestos executados com o rato.

O Maxthon aposta ainda numa forte componente de segurança na tentativa de "convencer" os utilizadores. Permite apagar todos os registos de navegação manualmente ou definir automaticamente quando e de que forma esses registos são eliminados. Tem ainda um forte "escudo" de proteção contra malwares, spywares e esquemas de phishing.

A falta de ferramentas de controlo parental e de pesquisa por voz são algumas das áreas que este navegador ainda pode explorar.

Pale Moon

O projeto é open source e baseado no Firefox, o que por si só garante ao navegador uma grande versatilidade de plug-ins disponíveis e a atenção de vários programadores. Mas para se distinguir do browser principal da Mozzila, o Pale Moon apostou na rapidez e na eficiência que os utilizadores conseguem obter através da navegação.

[caption]Pale Moon[/caption]

Para isso retirou algumas das características que fazem parte do Firefox e que os utilizadores acabam por não dar uso, como o crash reporter, o Active X e a ferramenta de controlo parental. Como é referido na página do projeto, o navegador foi criado para "tirar o maior proveito que cada máquina consegue dar".

O Pale Moon é mais leve para os computadores pois consome menos memória, suporta HTML5 e WebGL (v4+) e é completamente estável. A última atualização do browser foi feita no final do mês de outubro, o que revela o estado ativo no qual o projeto ainda se encontra.

RockMelt

É um browser que tem como público-alvo todos aqueles que não passam sem a ligação às redes sociais, em especial o Facebook e o Twitter. Além da componente social, o navegador tem ainda uma forte integração com o motor de pesquisa da Google.

O software pretende que o utilizador consiga navegar tradicionalmente, garantindo ao mesmo tempo um controlo em tempo real das ligações às redes sociais, através da disponibilização em barras laterais de acessos aos contactos e às notificações das diferentes plataformas.

Apesar de se considerar como "rápido", o navegador prefere centrar-se nas suas potencialidades de entretenimento, fazendo deste aspeto o grande factor de diferenciação para os restantes navegadores. Os browser mais comuns permitem a instalação de add-ons que fazem a integração com as redes sociais, mas a experiência não é tão imersiva pois o RockMelt foi desenvolvido tendo o factor social networking como mote principal.

[caption]RockMelt[/caption]

O motor de navegação é baseado no Chromium, um kit de desenvolvimento open source, e por isso suporta também os softwares extras que estão disponíveis para Google Chrome. Tal como o navegador da Google, o RockMelt também garante bons níveis de segurança online.

Apesar da aposta inicial nas plataformas tradicionais de navegação, vulgos computadores e portáteis, a RockMelt está agora a virar-se para o mercado dos dispositivos móveis, que têm uma forte componente de entretenimento e que podem representar uma oportunidade de crescimento para este navegador.

O RockMelt deixou de existir como navegador de Internet para passar a ser um agregador de conteúdos online, mas uma pesquisa pelo Google permite encontrar o instalador em vários sites, para os que ainda quiserem experimentar.

Mais alternativas

O K-Meleon também podia figurar na lista de sugestões, mas a descontinuação do projeto faz do navegador uma alternativa pouco aconselhável, ainda que possa ser descarregado através de algumas páginas online - mas não da página oficial. A grande característica do navegador era a integração com o ecossistema Windows através do uso das API deste sistema operativo.

Vale a pena referir também o Avant Browser e o SpaceTime 3D. O Avant Browser é baseado no Internet Explorer, mas tem algumas características "especiais", como uma ferramenta de gestão de palavras-passe e um sistema de multi-processamento que deixa cada página funcionar independente das outras, pelo que a ocorrência de um erro numa página não afeta as restantes. Atualmente o navegador suporta três motores de navegação (Trident, Gecko e WebKit).

[caption]Avant Browser ex[/caption]

O SpaceTime3D apresenta as páginas do navegador num carrocel a três dimensões, tal como acontecia no Windows Vista. Apesar de muitos acharem este sistema de navegação pouco prático, a verdade é que para utilizadores que façam bastante pesquisa sobre conteúdos multimédia, a vista em 3D pode acabar por ser um factor positivo pois permite escolher logo qual o conteúdo que se quer trabalhar. O browser traz ainda um motor de pesquisa dedicado, que ligado aos resultados do Google, apresenta os resultados de firma visual.

[caption]SpaceTime 3D[/caption]

Esta é uma lista das alternativas no Windows. Em breve passaremos a outros sistemas operativos, mas as sugestões de outros browsers são bem-vindas.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Nota de redação: Este artigo foi originalmente publicado a 27 de novembro de 2012. A Montra foi atualizada com a informação de que o RockMelt deixou de ser um browser para ser um agregador de conteúdos, mas ainda é possível encontrar o instalador da aplicação em vários sites.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.