No passado dia 11 de junho a Apple apresentou um conjunto de novidades para a área de PCs e smartphones. A empresa renovou os dois sistemas operativos, para ambiente fixo e móvel, mostrando um conjunto de inovações que ainda levam algum tempo a chegar ao mercado.



A primeira será o Mountain Lion, uma nova versão do sistema operativo para Mac, que será lançada já em julho. À semelhança do que aconteceu já na anterior atualização ao sistema operativo, a nova versão do produto - a que hoje dedicamos algumas linhas - será distribuída através da loja de aplicações do sistema operativo. A nova estratégia não aborreceu os utilizadores, que têm aumentando em força nos últimos tempos.



Os números mais atualizados foram divulgados pela própria Apple que conta 66 milhões de clientes Mac, um número que é três vezes maior que o registado há cinco anos. Só a última versão do sistema operativo foi descarregada 26 milhões de vezes, permitindo que quase metade (40% de quem usa Mac OS) esteja hoje a tirar partido da versão mais recente do produto.



Mas para quem já se prepara para nova mudança, vale a pena ficar a saber o que pode esperar. A Apple garante que tem na calha mais de 200 novidades ou melhorias.



No que se refere às novidades vale a pena sublinhar o novo Messages, que substitui o iChat e introduz o iMessage no Mac. A mudança passa a assegurar o suporte para a troca de mensagens com os dispositivos i da Apple: iPhone, iPad e iPod…que correm o iOS.

[caption]Nome da imagem[/caption]

As mensagens trocadas através do serviço - que também pode obviamente ser usado entre utilizadores Mac - podem conter vídeos em alta definição, anexos ou fotos de alta resolução e são exibidas em todos os dispositivos do utilizador, para garantir que entre mudanças de hardware a conversa não perde o fio à meada.



Falta ainda dizer que o Messages também garante o suporte a algumas das principais aplicações de instante messaging do mercado, onde se incluem o AIM, Yahoo!, Google Talk ou Jabber.



O novo Notification Center e o Dictation (permite ditar texto) concorrem na mesma categoria das novidades que enriquecem as funcionalidades do sistema operativo. Destaque para o centro de notificações que vai facilitar a vista, num mesmo local, das notificações que o utilizador recebe ao longo do dia de várias aplicações. O número, o tipo de notificações recebidas e como são recebidas, por exemplo, são personalizáveis.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Acontece o mesmo com as aplicações Reminders e Notes que, como o nome indica, facilitam uma utilização rápida do software para fazer uma anotação ou ajudar o utilizador a lembrar-se de algo importante.



A integração com o serviço na nuvem (iCloud) é outro aspeto importante do Mountain Lion, que explora esta ligação não apenas na perspetiva da segurança e espaço adicional, mas também como possibilidade para levar a edição de conteúdos para fora do espaço físico de uma única máquina.



Integração também é palavra de ordem no que se refere ao Facebook. A Apple rendeu-se à força da rede social e ao interesse dos consumidores em estar (ou poder estar) sempre ligados e quis ir além do básico.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Assegura a integração da lista de contactos no Facebook com os contactos registados no sistema operativo, ou a possibilidade de atualizar o estado através do próprio centro de notificações, por exemplo.

O Mac simplifica ainda a vida a quem gosta de partilhar conteúdos, com a introdução de um botão Share para abreviar todo o processo a um clique, quando o objetivo é partilhar conteúdos em aplicações de terceiros, como o Facebook, o Twitter ou o Vimeo, por exemplo.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Novo é igualmente o Power Nap, uma funcionalidade que permite atualizar automaticamente as aplicações de email, contactos, fotografias e outras, mesmo quando o equipamento está em modo de suspensão.



Muitas outras novidades esperam quem aguarda a nova versão do Mac OS. Nós por cá antes de fechar o tema destacamos ainda o suporte para o Game Center, um serviço de jogos que até agora só está disponível para iOS.



Para instalar a nova versão do sistema operativo - quando estiver à venda - é preciso não usar versões muito antigas do software, já que apenas o Lion e o Snow Leopard são compatíveis. É ainda preciso ter 8GB de espaço livre e 19,99 dólares (o preço local ainda não foi confirmado). Quem comprou um novo Mac desde 11 de junho tem garantia de upgrade gratuito para o Mountain Lion.




Nota de redação: Foi corrigida uma gralha na palavra email.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.