O princípio do fim da Televisão Analógica em Portugal começou hoje, às 11.30H, quando foi desligado o primeiro retransmissor em Alenquer, a primeira zona piloto do país para uma mudança que estará terminada até Abril de 2012.

A DECO calcula que 4 milhões de televisores não estão preparados para receber directamente o novo sinal de televisão, obrigando à utilização de um descodificador, uma pequena caixa que se liga ao televisor e converte o sinal de forma a que a emissão possa continuar a ser vista no ecrã.

[caption]ligar sintonizador[/caption]

Só alguns televisores adquiridos depois de 2009, e a grande maioria dos comprados desde final de 2010, obedecem à norma escolhida para a TDT portuguesa, que exige o suporte ao DVB-T e a descodificação de vídeo MPEG-4/H.264.

Os descodificadores para ligar a televisores mais antigos (desde CRTs a LCDs e Plasmas) podem ser encontrados no mercado em modelos muito variados, com diferentes capacidades e preços entre 35 e 220 euros. Um teste realizado pela associação de defesa do consumidor a 32 modelos mostra que o desempenho e o preço variam muito.

De acordo com a análise, que resulta de uma parceria com a Anacom, há apenas 5 aparelhos que a DECO não recomenda, sobretudo pelo consumo inaceitável em stand-by que pode chegar aos 16,7 W quando a Comissão Europeia tinha estabelecido um limite nos 2 Watts para consumo de energia dos equipamentos eléctricos e electrónicos. Entre estes aparelhos estão o CGV Premio HD-W e o Metronic Zapbox HD-Z1.

[caption]descodificadores maus[/caption]

Entre os equipamentos analisados o Televes TDT 7151 foi considerado o melhor, mas o Denver DMB-105HD foi classificado como escolha acertada, já que permite poupar até 120 euros face a outros equipamentos disponíveis (a preços de Fevereiro de 2011).

[caption]descodificadores bons[/caption]

Para além destes dois modelos, mais cinco caixas fazem parte do grupo restrito de descodificadores que receberam uma classificação acima dos 60 pontos no teste da DECO.

No quadro abaixo resumimos algumas das características destas caixas, olhando também para funcionalidades como ligação HDMI (essencial para sinal de Alta Definição), capacidade de gravar e agendar gravações através do Guia Electrónico de Programação que está incluído na emissão de TDT, e ainda a possibilidade de reproduzir ficheiros multimédia a partir de um dispositivo USB.

[caption]montra quadro descodificadores[/caption]

As características do resto dos aparelhos incluídos nesta análise podem ser consultadas no site da DECO, que permite comparar até três descodificadores e verificar os preços para uma grande variedade de lojas em diferentes partes do país.

A associação promete ainda ir actualizando esta informação até Abril de 2012, data marcada para o "apagão analógico".

Para além dos descodificadores que devem ser ligados às televisões que não suportam o standard da TDT, poderá ser ainda necessário proceder a alguns reajustamentos da antena, para os quais poderá contactar instaladores habilitados. No site da TDT pode fazer uma consulta destes serviços por código postal do local.

A Anacom colocou online o Guia da TDT que explica alguns dos princípios básicos da mudança e sugere ainda contactos adicionais para quem tem dúvidas.

[caption]guia tdt[/caption]

O TeK já publicou também um Guia Completo para a TDT, que tem vindo a actualizar, onde estão respondidas as principais perguntas sobre a mudança e a forma de se preparar para a Televisão Digital Terrestre.

Nas zonas onde não há cobertura de sinal da TDT por via terrestre, será disponibilizado o acesso através de meios complementares, nomeadamente de sinal de satélite (DTH). A PT Comunicações comparticipa a aquisição dos equipamentos e a sua instalação.

O Kit TDT Complementar custa 55 euros e inclui descodificador, telecomando, cabos de ligação e smartcard. Este valor já contempla a comparticipação de 22 euros da PT Comunicações, que será feita em modelo de reembolso depois da aquisição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.