O sistema a que foi dado o nome de ConnectedRide ainda está numa fase de desenvolvimento inicial, mas foi recentemente testado em público, durante o BMW Motorrad Techday 2018, tendo o modelo R 1200 GS como base. A tecnologia permite que a mota conduza sozinha, acelerando e desacelerando, até parar completamente.

O objetivo da BMW Motorrad não passa, neste momento, por lançar uma mota autónoma, mas sim por reunir conhecimento adicional em relação à dinâmica de condução, desenvolvendo uma tecnologia que auxilie os motards em situações de risco como travagens bruscas, transferência de massas repentinas entre os eixos ou desequilíbrios em mudanças de trajetória. Tudo o que torne a condução “mais segura e confortável” e mais prazerosa.

Pode encontrar mais informação acerca dos projetos de inovação em desenvolvimento na BMW Motorrad nesta página.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.