Tem sido apresentado como o LinkedIn para techies e realmente faz lembrar a rede social profissional. Neste caso a Makerbase pode ser definida como uma plataforma online de quem fez o quê na área da tecnologia.

Nesta “rede social” os criadores de tecnologia mantêm os seus perfis e enumeram os produtos e serviços em que estão ou estiveram envolvidos, assim como outras pessoas com quem trabalham ou trabalharam.

Além disso, os internautas que acederem a esta base de dados para procurar um criador ou, por exemplo, por uma app vão poder encontrar esses dados a par de informação sobre projetos semelhantes, ou seja, vão poder encontrar produtos idênticos muito facilmente.

É também suposto que as pesquisas mostrem outros produtos ou serviços desenvolvidos ou em desenvolvimento por determinado criador, ou em que este tenha ou esteja a participar.  

“A Makerbase é para cada projeto que criou – mesmo aqueles que não deram certo. Indique quem trabalhou consigo, descreva o que fizeram e dê a conhecer as ferramentas utilizadas para chegarem ao produto final”, pode ler-se a partir do site.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.