O Twitter colocou em curso um novo projeto para monitorizar a atividade dos utilizadores que revelarem posições extremistas na sua plataforma. O objetivo passa por avaliar o espectro de ódio em que os utilizadores atuam.

Alemanha impõe multas milionárias para redes sociais que não eliminarem conteúdos de ódio
Alemanha impõe multas milionárias para redes sociais que não eliminarem conteúdos de ódio
Ver artigo

A ferramenta, chamada Exploring Online Hate, é um projeto conjunto da New America Foundation e da Anti-Defamation League, cujas atividades se focam na monitorização de grupos de ódio. No âmbito desta iniciativa, o grupo vai dedicar-se a identificar tendências na atividade de uma amostra de 1.000 contas que fazem parte de uma lista de perfis que publicam conteúdo discriminatório com regularidade.

Ao extraírem dados destas contas, os investigadores podem medir o pulso deste tipo de posts em tempo real. Os relatórios de atividade vão ser publicados trimestralmente. "A nossa abordagem foi pensada para nos permitir uma compreensão mais aprofundada dos temas e da desinformação que se dissemina nesta rede social", explica um porta-voz desta parceria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.