http://imgs.sapo.pt/gfx/515653.gif

Mostrou-se na CES, mas os responsáveis prometem consolidar a proposta ao longo do ano. O UltraViolet é um novo serviço de gestão de direitos digitais que conta com o apoio ou participação de alguns dos gigantes da indústria, num modelo de cloud computing.



Os clientes poderão ter acesso aos conteúdos compatíveis com o serviço a partir de diversos dispositivos e de várias localizações. O primeiro país a receber o projecto, nascido do consórcio Digital Entertainment Content Ecosystem, que envolve mais de 60 empresas - incluindo os estúdios de Hollywood - é os Estados Unidos, mas ao longo do ano o Ultraviolet também chegará ao Canadá e ao Reino Unido. Portugal ainda não está no roadmap, mas mesmo assim é bom estar informado das novidades.



Lionsgate, Paramount, Sony, Fox, Universal e Warner Bros já anunciaram que, ainda este ano, vão disponibilizar conteúdos compatíveis com o UltraViolet, que estarão à venda em lojas digitais, Blu-ray, entre outras.


Cada cliente vai poder criar uma conta com um máximo de seis membros e configurar até 12 dispositivos que, uma vez registados, permitem assistir a todos os conteúdos adquiridos pelo utilizador, compatíveis com o serviço UltraViolet.


O UltraViolet também vai permitir o acesso a conteúdos em streaming, asseguram os responsáveis do projecto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.