http://imgs.sapo.pt/gfx/554516.gif

Qual é o melhor browser, o Internet Explorer, o Chrome da Google, o Firefox da Mozilla ou o Opera, da Opera? Já se escreveram longos tratados sobre o tema, que continua a gerar discussões e paizões acesas, e nas empresas a guerra continua a ser disputada de forma intensiva.

Isso mesmo pode ser provado esta semana, quando depois da Google ter apresentado uma ferramenta de avaliação da performance - onde o Internet Explorer 10 até ficou muito bem classificado - a Microsoft se ter apressado a desenvolver uma avaliação "profissional".

A proposta de micro benchmark da Google, o RoboHornet Alpha avalia diversas componentes do browser, entre as quais o scrolling, gráficos vetoriais, canvas, a leitura e escrita para o alojamento local e o desempenho com imagens.

Mas a Microsoft achou que o teste não era suficientemente real, ou próximo dos desafios do mundo real. E por isso desenvolveu o seu próprio avaliador, e chamou-lhe RoboHornet Pro. Por trás do look Matriz do interface estão testes de CSS3 com animações, transformações, sombras no texto, fontes customizadas e sensibilidade ao toque.

O resultado? Segundo a Microsoft o Chrome "engasga-se" e pára de animar o ecrã, mas o Internet Explorer 10 mantém-se funcional e termina o ciclo em menos de metade do tempo.

E para quem não acredita, o teste está à disposição de todos para experimentar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.