Há cinquenta anos mais de metade da população mundial ainda não tinha nascido, mas as memórias auditivas e visuais dos primeiros passos de Neil Armstrong e Buzz Aldrin na Lua fazem parte do imaginário comum da humanidade, mesmo de quem não viu o acontecimento em direto.

No site Share Your Apollo Story with NASA todos são convidados a visitar as histórias que já foram registadas e gravar um áudio com as suas impressões, enviando depois as memórias para a agência espacial.

As gravações vão fazer parte do espólio do futuro de recordações de um dos momentos mais marcantes do século XX.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.