Entre 2003 e 2015, a rede social MySpace alojou mais de 50 milhões de músicas no formato mp3, produzidas por quase 14 milhões de artistas. A plataforma notabilizou-se por ajudar a projetar talentos ainda em início de carreira, como os Arctic Monkeys ou Lily Allen.

Em março deste ano, devido a uma alegada migração de dados, o MySpace anunciou que essas gravações teriam sido perdidas para sempre. No entanto, soube-se agora que cerca de 490 mil faixas referentes ao período entre 2008 e 2010 estão armazenadas no Internet Archive.

A origem destas gravações está num grupo académico anónimo, que estudava redes de música enquanto o MySpace ainda estava ativo. No âmbito dessa investigação, foram descarregados cerca de 1,3 terabytes de música, que foram assim “salvos” do acidente que ditou a perda de inúmeros ficheiros de áudio.

O grupo de estudantes decidiu então enviar 490 mil faixas de que dispunha para o The Internet Archive, que disponibilizou os ficheiros numa página a que foi dado o nome “The Myspace Dragon Hoard”. Foi ainda criado um leitor de música que evoca o antigo design do MySpace, embora o respetivo motor de busca (a que foi dado o nome de “Hobbit”) seja um pouco lento e esteja ainda a ser otimizado.

Poderá desta forma ser possível recuperar algumas faixas de artistas que viriam mais tarde a ser famosos. Uma utilizadora do Twitter, por exemplo, afirmou ter descoberto gravações de Katy Perry, Nicki Minaj ou Donald Glover que não se encontraram disponíveis em qualquer outro sítio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.