Esta é a décima segunda edição do evento educativo que tem motivado muitos jovens para a robótica e que lançou as bases para o sucesso de várias equipas portuguesas em competições internacionais na área.

A sessão de abertura do RoboParty decorreu ontem, no campus de Azurém da UMinho, em Guimarães, e durante três dias os jovens com idades entre os 15 e os 18 anos (e algumas excepções) dedicam-se a construir os seus robots e a participar em várias competições, não faltando também atividades lúdicas.

O evento é promovido pela Universidade do Minho e a spin-off SAR - Soluções de Automação e Robótica e já é reconhecido como o maior evento de robótica para jovens.

As principais novidades deste ano são as demonstrações de Drones, demonstrações de robôs móveis, e sessões de formação acreditadas para os professores em Micro Controladores ESP32, programação de Drones e visão por computador.

Hoje e amanhã decorrem desafios robóticos, onde os participantes põem os seus robôs à prova, para demonstrar as suas capacidades. Estas provas não têm qualquer intervenção humana, e consistem em três desafios: obstáculos, perseguição e dança, sendo que este último está marcado para sábado, 24 de março, às 14h30.

O público tem entrada livre.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.