Ao longo do ano são lançados dezenas, ou centenas, de novos modelos de smartphones, direcionados aos diferentes públicos e necessidades. A escolha é feita a partir de diferentes questões, seja de orçamento, o tipo de utilização, as suas funcionalidades especiais. Mas também aspetos como as suas dimensões, qualidade dos materiais e resistência.

Na montra de hoje, o SAPO TEK procurou alguns dos melhores modelos que consigam agradar aos diversos membros da família, com diferentes perfis de utilização. Seja um smartphone mais barato, que seja o primeiro equipamento da criança da casa, que ainda assim já tem os seus níveis de exigência, sobretudo ao nível de consumo de multimédia; ao outro lado do espectro, os membros mais seniores da família que já não têm a destreza necessária para deambular por menus e ecrãs táteis, sem medo de gritar: “antigamente é que eram bons”, e por isso, um equipamento com teclas, claro.

Mas não podíamos deixar de salientar um dos modelos topo de gama, para aqueles que procuram a qualidade e estar em cima das tendências. Ou um modelo para aqueles que só pensam em fotografia e querem uma experiência premium. E claro, os adolescentes, que esperam que a sua bateria dure para sempre ou que carregue apenas com um “sopro”.

Conheça os 6 modelos de smartphones para todos os membros da família:   

Topo de gama: Samsung Galaxy Z Fold 3 5G – 1.859 euros – Worten

Seja porque tem um orçamento elevado para investir num smartphone ou porque andou a poupar para adquirir um topo de gama, o Galaxy Z Fold 3 5G da Samsung poderá ser uma opção muito válida. O seu ecrã dobrável não passa despercebido e poderá dar-lhe bastante utilidade. O modelo em questão tem 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno, na versão cinzenta. Até ao dia 23 de dezembro, a Samsung está a oferecer o Galaxy Watch4 Classic 46 mm LTE na compra do smartphone dobrável, bastando um registo na Samsung Members.

O ecrã dobrável destaca-se neste modelo, transformando o smartphone num tablet para que possa trabalhar ou consumir conteúdos de multimédia numa área maior. Pode utilizar a S-Pen para interagir com as opções, assim como desenhar ou editar trabalhos. A vantagem do ecrã mais generoso é a possibilidade de usar o Modo Flex, que divide a área em dois, permitindo executar tarefas de multi-tasking. E não deixa de ser um smartphone resistente, com certificação IPX8, o que significa que é à prova de água, podendo ser utilizado á chuva ou numa sessão de jogging mais “puxada”.

Smartphone para fotografia: iPhone 13 Pro/Max – desde 1.179/1.279 euros – Apple

Os modelos Pro e Max do iPhone 13 são considerados alguns dos melhores modelos para fotografia no mercado, estando listado no Top 5 da DXoMark. Ambos os modelos oferecem um trio de câmaras de 12 MP, entre o sensor principal, a ultra grande angular e a telefoto com um zoom ótico de 3X. Com a nova atualização iOS 15.2, a Apple introduziu finalmente o suporte a macro, garantida pela lente grande angular.

Os modelos são descritos como muito eficazes a captar fotografias em praticamente todos os cenários, destacando-se as imagens tiradas em ambientes menos iluminados. E além das fotografias, as suas câmaras destacam-se pela gravação de vídeos, utilizando o modo Cinematic com filtros e funcionalidades para quem pretende fazer uns trabalhos mais profissionais. O seu sistema Portrait é destacado, assim como o modo ProRAW e é rápido a captar imagens rápidas, sem preparação, com resultados positivos.

Smartphone resistente – Cat S62 Pro – 649,99 euros – Worten

Os smartphones “rugged” são uma classe que foram testados no “bolso do rambo”, equipamentos com certificações militares, capazes de resistirem às condições mais adversas, água, pó, mas também quedas aparatosas. A Cat tornou-se especialista na oferta de modelos feitos para cenários profissionais como construção civil, mas igualmente para serem usados em desportos radicais e outras condições extremas, como montanhismo. Este S62 Pro está ainda protegido por uma estrutura em alumínio, assim como o uso da tecnologia Gorilla Glass 6 da Corning.

Além da resistência, o smartphone oferece funcionalidades específicas para profissionais, incluindo visão térmica, que ajuda a localizar e a diagnosticar humidade, correntes de ar, fugas, pontos quentes, curto-circuitos elétricos, entre outros sinais que obriguem manutenção. O smartphone tem um ecrã de 5,7 polegadas, 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento interno e uma bateria de 4.000 mAh.

Smartphone para sénior - Nokia 2720 Flip – 97,90 euros – Chip7

O Nokia 2720 Flip é um smartphone que presta homenagem aos modelos mais antigos da mítica marca finlandesa. A HMD tem recuperado diversos modelos clássicos, atualizando-os com tecnologias mais recentes. Neste caso, o Flip oferece um sistema de concha de abrir e fechar, sendo prático para receber e desligar chamadas, sem carregar em botões. E o seu ecrã externo permite ver quem está a ligar antes de o abrir.

Mas para os utilizadores sénior, o modelo destaca-se por ter botões com letras grandes, para que seja simples marcar os números ou escreveres mensagens. E o equipamento é compacto, bom para andar no bolso, além de ser resistente contra quedas, graças aos materiais em policarbonato. Outra vantagem do modelo é que não precisa de estar constantemente preocupado em carregar a sua bateria. A marca diz que apenas uma carga fornece energia para até 28 dias em modo standby. E tem um botão de emergência que uma vez premido envia uma mensagem de texto para cinco contactos pré-definidos, com a localização atual.

Smartphone para adolescentes - Huawei Nova 9 – 549,99 euros – Loja Huawei

O recém-lançado Huawei Nova 9 foi criado para jovens que desejam não só consumir multimédia, como criar as suas stories para as redes sociais ou mesmo conteúdos de vídeo e fotografias com maior qualidade. O modelo oferece um ecrã com 6,57 polegadas e uma taxa de refrescamento dinâmica de 60 e 120 Hz, que os utilizadores podem configurar mediante as suas necessidades. E isso significa ainda resoluções de 2340x1080, com suporte a HDR10 e cores DCI-P3.

Apesar de não ter os habituais Google Services, o equipamento é suportado por EMUI 12, que para os mais criativos oferece a aplicação Petal Clips instalada. Trata-se de um editor que permite criar vídeos “on the go”, onde e quando quiser. Além de filtros, contém um sistema de criação automática, selecionando os clips de vídeo, à semelhança das câmaras de aventura como a GoPro.

O modelo tem 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, sendo alimentado por um processador Snapdragon 778G da Qualcomm. O seu conjunto de câmaras conta com uma lente principal de 50 MP, uma ultra grande angular de 8 MP, uma macro de 2 MP e uma de profundidade de 2 MP. O smartphone capta imagens em condições menos iluminadas, tais como discotecas e outros locais onde os jovens gostam de partilhar as suas fotos. E se gosta de vlogs, a câmara frontal tem uma lente de 32 MP, capacidade de gravar vídeo a 4K e estabilizador de imagem.

O meu primeiro smartphone - Xiaomi Redmi 9A – 119,90 euros – PC Diga

Se tem filhos pequenos que lhe roubam constantemente o smartphone, sobretudo às refeições, para assistir aos vídeos de YouTube ou entreterem-se com jogos divertidos, está na hora de pensar em comprar um smartphone. Obviamente que que devemos escolher um modelo barato, mas que ao mesmo tempo tenha funcionalidades interessantes para as crianças, que são cada vez mais exigentes.

O Redmi 9A da Xiaomi é um equipamento acessível, destacando-se a sua bateria duradoura de 5.000 mAh, para que não tenha de estar constantemente a carregá-la. Tem 32 GB de armazenamento interno, expansível via microSD e 2 GB de RAM. Tem um ecrã de 6,53 polegadas, com uma resolução de 720p. E para que a criança capte os seus melhores momentos, tem uma câmara traseira de 13 MP e uma frontal de 5 MP.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.