Para os mais distraídos, mas ainda assim fãs de eletrónica de consumo, passamos a informar: também as máquinas de lavar, eternas companheiras nas tarefas domésticas, foram sofrendo a ação da evolução da tecnologia e são hoje autênticos gadgets que ajudam a modernizar o seu lar.

E o objetivo é muito simples e direto: tornar mais simples e rápido o processo de lavagem de roupa, para que os utilizadores possam assim usar esse tempo que fica livre para desempenharem outras tarefas domésticas. Ou poderem desfrutar de mais momentos de lazer.

Tem sido possível às várias marcas aplicar tecnologias diversas aos modelos de máquinas de lavar que são lançadas ao longo de cada ano. Para diferentes finalidades, com diferentes nomes. No entanto, a maior das finalidades parece ser uma só: reduzir o tempo de lavagem ao mesmo tempo que os índices de limpeza permanecem intactos e perfeitos. Pelo menos é ao que mais fabricantes de topo têm dedicado esforços e atenções, como pode conferir na galeria abaixo.

Clique nas imagens para ver mais detalhes sobre máquinas de lavar roupa hi-tech.

A juntar a isso há ainda a questão da eficiência energética, que se quer cada vez mais elevada. O consumo de energia é uma preocupação crescente do lado dos utilizadores, pelo que, além das já muito convencionais certificações energéticas A+++, várias são as tecnologias desenvolvidas em busca de uma eficiência mais “inteligente” ao nível da energia que tem de estar disponível para levar a cabo cada sessão de lavagem de roupa.

Sob um ponto de vista (ainda) mais tecnológico, nota-se igualmente que as máquinas de lavar roupa apresentam-se com ecrãs táteis, funcionalidades e programas ativados com um único toque e pormenores que ganham uma expressão cada vez mais determinante, como é exemplo a questão das ligações, como em qualquer dispositivo de eletrónica. Seja por Wi-Fi ou Bluetooth, são cada vez mais os modelos que podem ser controlados via smartphone e/ou inseridos na rede doméstica sem fios.

Como complemento ficam todas as restantes tecnologias, mais viradas para o processo de lavagem propriamente dito: vaporização para reduzir vincos após a lavagem, movimentos adicionais à rotação do tambor e até a possibilidade de executar duas cargas em separado na mesma sessão, terminando com o “drama” de termos de fazer uma máquina com roupa escura e outra com roupa de cor, por exemplo.

Atente nos cinco modelos da galeria acima, cada um tem características próprias que devem bastante à evolução tecnológica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.