Quando os preços dos smartwatches mais recentes estão normalmente acima desta marca, o que inclui efetivamente um modelo low cost? O mesmo dos outros, no fundo. E principalmente porque, com um orçamento mais apertado, optar por um relógio inteligente um pouco mais “antigo” no mercado pode ser uma boa opção.

Ou seja, com 150 euros de limite não conseguimos ter no pulso um smartwatch topo de gama, mas conseguimos encontrar alguns modelos muito interessantes e até bem equipados, tendo em conta o preço a pagar.

A começar pela resistência à água, algo imprescindível, não? Tomando como exemplos alguns dos modelos da galeria que apresentamos abaixo, é normal que a certificação IP67 marque presença, permitindo levar o smartwatch até um metro de profundidade durante 30 minutos.

Além disso, podemos contar com ecrãs táteis “generosos” em dimensão, GPS, memória interna que pode ir até aos 4GB, por exemplo, ligações que vão do Wi-Fi ao indispensável Bluetooth, baterias a rondar os 280 mAh de capacidade, notificações em tempo real e até sensor de medição dos batimentos cardíacos no pulso.

Melhor: o Android Wear faz com que grande parte dos smartwatches dos tempos que correm, sejam eles mais baratos ou mais caros, sejam compatíveis com praticamente todos os smartphones, além de um sem-número de funcionalidades presentes neste sistema operativo móvel da Google para relógios inteligentes. Procure o Android Wear acima da versão 4.3 e tudo correrá bem!

Vocação desportiva

Em parte devido a uma certa “moda fitness” que observamos no momento em Portugal e um pouco por todo o mundo, todas as novas gerações de relógios inteligentes se apresentam também com uma forte componente desportiva.

E o que quer isto dizer? Quer dizer que, apesar de não se destinarem em exclusivo ao uso durante a prática desportiva – como acontece com os modelos mais “especializados” em corrida e em vários outros desportos –, quase todos os smartwatches incluem várias funcionalidades que servem para monitorizar a atividade física.

A razão para que assim seja é o facto de o utilizador assim o pedir, visto que, de certa forma, pode não querer usar outro relógio inteligente sempre que for fazer uma caminhada, por exemplo. ou, mais simplesmente, se quiser apenas contabilizar os passos que dá ao longo do dia, as horas que dorme e as notificações que recebe a partir do que se passa no smartphone emparelhado por Bluetooth.

Neste ponto estamos a falar dos smartwatches em geral, mas, mesmo sabendo que o preço mais baixo significa que a quantidade e qualidade de funcionalidades é reduzida, é normal que modelos mais “low cost” incluam também várias funções destinadas aos momentos que passamos a praticar desporto ou em movimento.

Com essas e com outras funcionalidades em mente, espreite os cinco smartwatches da nossa galeria – alguns deles já têm algumas semanas ou meses de mercado, mas são de marcas com nome no mercado e ainda podem ser encontrados nas prateleiras das lojas, tanto físicas como online.

Se o seu orçamento for um pouco mais “amplo”, poderá, por outro lado, optar por smartwatches mais bem equipados e desenhados, por assim dizer. A escolha é sua.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.