O sucesso das empresas passa cada vez mais por outros factores que não apenas as estratégias de optimização dos lucros. A prová-lo está a proliferação das políticas de sustentabilidade e responsabilidade social, onde a protecção do ambiente e as causas humanitárias assumem lugar de destaque.

Aqui, as tecnológicas, e mais propriamente as empresas ligadas à Internet também mostram "vontade" filantrópica. É o caso da Yahoo. cedendo-lhes um dia por ano para dedicarem a um projecto do seu agrado.

Através da unidade Yahoo! for Good, a empresa tem em curso diferentes iniciativas em áreas que vão desde a protecção ambiental à defesa do consumidor, passando pela segurança e pela liberdade de expressão.

A gigante da Internet também promove o voluntariado entre os seus funcionários, cedendo-lhes um dia por ano para dedicarem a um projecto do seu agrado.

Ao conjunto de iniciativas soma-se igualmente as doações, que normalmente versam os vários milhares de dólares anuais.

http://imgs.sapo.pt/gfx/484138.gif

Nesta área, tal como noutras, ser criativo também conta, até porque quanto maior a originalidade, maior a possibilidade de tornar popular a campanha e de passar uma boa imagem ao público.

Entre os mais originais, assinale-se o projecto "Fledgling", que marca a estreia do Twitter na produção de vinho.

A rede de microblogs anunciou recentemente uma parceria com a empresa vinícola norte-americana Crushpad com o objectivo de angariar dinheiro para a organização não-governamental "Room to Read", que promove a leitura entre crianças de países desfavorecidos.

A Crushpad permite que qualquer pessoa tenha seus próprios barris de vinho. A empresa fornece as uvas, os equipamentos, o armazenamento e engarrafamento do vinho, e os clientes podem envolver-se na produção do mesmo, acompanhando o processo pessoalmente ou via mensagens e vídeos online.

http://imgs.sapo.pt/gfx/484143.gif

O projecto vai poder ser acompanhado a partir do perfil @fledgling, mas já se sabe que as garrafas de vinho chardonnay ou pinot noir do Twitter vão estar nas prateleiras a partir do ano que vem, com um preço de 20 dólares cada, em que cinco serão doados à ONG.

Outro exemplo de diversididade nesta estratégia vem da gigante das buscas Google. Entre as várias iniciativas promovidas, a empresa participou na produção do documentário "The Final Inch", sobre a luta contra a poliomielite, que está nomeado para a próxima edição dos famosos Oscars.

[caption]Google.org[/caption]

Além de tudo, recorde-se que a empresa conta com sua própria ONG, mantendo uma política de responsabilidade social bastante marcada. Criada em 2004, a Google.org investe em vários projectos na área do ambiente e da saúde.

Da Internet para as telecomunicações, mostramos-lhe que as empresas portuguesas também mantêm os seus compromissos em matéria de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, com alguns exemplos das três principais das comunicações móveis.

Contando com uma Fundação, o Grupo Portugal Telecom divide as suas intervenções por vários domínios, nomeadamente o da construção da Sociedade da Informação e o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação, o combate à info-exclusão e apoio aos cidadãos com necessidades especiais de comunicação, a arte e cultura, o apoio à inovação e o mecenato social.

http://imgs.sapo.pt/gfx/484141.gif

Igualmente com uma entidade exclusivamente constituída para incentivar o desenvolvimento da Sociedade da Informação e
combater a info-exclusão, a Vodafone Portugal tem iniciativas que cobrem diversas áreas, nomeadamente o acesso às TI, na defesa do ambiente, na promoção da formação e do ensino, no apoio à investigação científica, saúde, segurança, etc.

http://imgs.sapo.pt/gfx/484135.gif

Entre as iniciativas de responsabilidade promovidas pela Optimus destacamos o projecto relacionado com o Optimus Alive!, que cruza a música e a ciência numa experiência destinada a jovens licenciados.

Pela segunda vez consecutiva, e numa parceria com a Everything is New, promotora do evento, e o Instituto Gulbenkian de Ciência, a Optimus vai atribuir duas bolsas de investigação científica nas áreas da Biodiversidade e da Malária.

As bolsas são destinadas a jovens recém-licenciados que pretendam iniciar a sua carreira científica e terão a duração máxima de um ano.

Os projectos em questão irão desenvolver-se em Portugal e numa instituição estrangeira. As inscrições para esta iniciativa - que também mostra criatividade - estão abertas desde o passado dia 20 de Outubro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.