As preocupações ambientais estão definitivamente na ordem do dia entre a electrónica e as tecnologias. Estudos das principais consultoras indicam que, apesar da crise, a maioria das empresas vai manter como prioritários os seus projectos de TI Verde, embora confessem que o objectivo se centra na poupança, e não necessariamente na preocupação com o ambiente.

As soluções e produtos anunciados como mais amigos da natureza também se sucedem, além de diferentes iniciativas que apelam à "costela" ecológica dos utilizadores.

No Dia Mundial do Ambiente fica então uma chamada de atenção para os projectos e gadgets que incluem no seu desenvolvimento, concepção ou montagem preocupações ecológicas, já materializados ou prestes a chegar ao mercado.

motores de busca "verdes", rankings organizados pela Greenpeace onde são destacados os gestores de TI mais atentos às questões ambientais, dicas para imprimir de forma ecológica, com direito a eco-simuladores online, fabricantes móveis que abraçam energias renováveis a pedido da GSM Association, entre os muitos exemplos que o Tek tem vindo a dar conta.

A área da telefonia móvel é uma das mais dinâmicas, dando a conhecer "novidades ecológicas" regularmente.

O terminal da Sharp permite o carregamento de 80 por cento da bateria através da luz do sol graças a um pequeno painel embutido. Com apenas 10 minutos de exposição solar, o equipamento ganha bateria para alguns minutos de conversação ou duas horas em espera.

Já a Sony Ericsson anuncia para breve a introdução no mercado dos C901 GreenHeart e Naite, terminais que marcam a entrada da fabricante na gama dos telefones ecológicos.

A capa do C901 GreenHeart é fabricada com um mínimo de 50 por cento de plástico reciclado e o dispositivo inclui um ecrã optimizado com um sensor de luz que permite gastar menos energia.

O telemóvel é pintado com tinta de água, reduzindo a exposição a Compostos Orgânicos Voláteis (VOC).

O modelo inclui ainda auriculares fabricados em plástico reciclado aplicado a 100 por cento em quatro das cinco partes de plástico que contêm.

Tanto o C901 GreenHeart como o Naite serão lançados no mercado com um carregador de baixo consumo. As inovações introduzidas garantem reduzir a marca total de CO2 deixada pelos produtos GreenHeart em 15 por cento.

O C901 incluirá também um WalkMate, uma aplicação que permite aos utilizadores "andarem" a falar, literalmente, de serem mais amigos do ambiente ao compararem os passos que dão com um equivalente da viagem de carro.

Estes são apenas alguns exemplos de toda uma estratégia de concepção e fabrico que se tem vindo a renovar, envolvendo recursos Internet, computadores, terminais móveis, electrónica de consumo, etc.

Adoptando comportamentos mais respeitadores do ambiente, seja através do reaproveitamento de materiais, da reciclagem de resíduos ou do uso das energias renováveis, a indústria de TI parece ter finalmente reconhecido o potencial impacto da sua actividade para o meio-ambiente.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.