As férias da Páscoa estão à porta e com elas vem, para quem as goza, muito tempo livre que é preciso ocupar. Dificilmente a Internet não será uma das prioridades para quem tem computador e está autorizado pelos pais a usá-la. Depois de lembrar que a utilização da Internet pelos mais novos deve ser monitorizada e doseada deixamos algumas dicas para que torne mais segura ou produtivas as horas que um aliciante passeio no jardim ou brincadeira no quintal não conseguem roubar ao computador.

Prioridade aos mais novos. Jogar é sem dúvida uma das tarefas preferidas dos miúdos - e mesmo de muitos graúdos - quando estão em frente a um ecrã. Para quem tem o Magalhães estão asseguradas umas férias com uns quantos jogos didácticos à disposição. Para os que ainda esperam existem outras alternativas a explorar que podem cativar a atenção dos mais novos, passando ao lado do mar de ofertas dominadas pela violência ou por conteúdos menos próprios para quem ainda vive intensamente os porquês da vida.

A Cidade da Malta é um bom exemplo. Cheia de cor e personagens divertidos, a plataforma ajuda a aprender de forma leve e descontraída. Cada utilizador é convidado a converter-se num morador da cidade e a partir daí pode participar de várias formas na vida deste espaço urbano virtual. Um dos desafios é tirar cursos, uma forma de passar conhecimento em várias áreas como a Internet, magia, história, etc. Se o seu rebento está no primeiro ciclo certamente conseguirá cativá-lo para aqui.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468706.gif

Alargando o público-alvo (sensivelmente até aos 12 anos) mas mantendo o carácter didáctico passamos ao Sapo Kids. Com um leque de opções alargado também à componente puramente lúdica, a plataforma do Sapo dirigida aos mais novos oferece uma área de jogos, TV, desporto, notícias e muito mais.
Graças à parceria com o MIT o Sapo Kids também oferece uma versão do Scratch, uma plataforma que ajuda os mais novos a iniciarem-se na programação. Histórias, jogos e animações. Memorize estas três áreas pois o seu filho pode bem vir a surpreendê-lo com uma criação própria em alguma delas.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468711.gif

A academia de informática da Universidade de Coimbra pode ser outra boa forma de passar o tempo na Internet durante as férias. A iniciativa foi pensada por dois professores do departamento de engenharia da instituição. O objectivo é iniciar jovens na programação e dar motivos a quem já tem algum gosto pela engenharia para o desenvolver mais um pouco. Os promotores garantem que a DEI Academy, a primeira academia portuguesa de informática na Internet é para todas as idades, mas o grande foco são os mais novos, desafiados a criar jogos, participar em projectos de investigação e muito mais. As actividades propostas desenrolam-se online e presencialmente. Nestas férias pode pôr o seu filho a conhecer as propostas, resolver problemas que já tiveram a concurso, ou procurar a morada das próximas iniciativas presenciais à procura de voluntários.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468707.gif

Para quando objectivo é mesmo só jogar por jogar o Miniclip pode ser uma boa opção. Existem mais de 450 jogos na plataforma, mas é possível perceber que a violência de muitos jogos para adultos não é o atractivo principal desta comunidade com mais de 43 milhões de jogadores. Premiado mais do que uma vez, o site está disponível em português e prima pela aposta em jogos de qualidade, não dispara banners de publicidade a cada segundo e não obriga a instalação de programas. Os jogos são jogados online.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468708.gif

Deixamos agora o tom de brincadeira e passamos para um registo mais grave. Para quem não se saiu tão bem no segundo período há que ocupar as férias com algum estudo e revisão de apontamentos. Com o sol e o calor a aparecer vai ter de usar os seus melhores argumentos para conseguir fazer valer a ideia de que parte do tempo das férias e de computador é de estudo. Para que a coisa se torne mais fácil pode sugerir uma consulta ao Resumos.Net. O site pode revelar-se uma ferramenta de grande utilidade para alunos do 5º ao 12º ano, graças aos apontamentos de várias disciplinas que ali reúne. Para quem se está a preparar para os exames nacionais também é um recurso interessante já que disponibiliza os últimos enunciados de prova.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468709.gif

Para quem tem filhos já na pré ou na adolescência com interesses claros em determinadas áreas do conhecimento há outras sugestões interessantes que pode fazer. Sabia que a Biblioteca Nacional já tem digitalizados e acessíveis online, sem custos, milhares de documentos elementos incontornáveis da história e cultura portuguesa? É verdade, tem. Se o seu filho ou filha está apaixonado por algumas destas áreas indique-lhe o caminho para a página online e ajude-o nas primeiras visitas para facilitar a compreensão da mecânica do site, um conselho que também se aplica às sugestões seguintes. Quem sabe não sairá daqui a documentação que fazia falta para enriquecer aquele trabalho a entregar no último período.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468705.gif

O Arquivo Nacional da Torre do Tombo tem feito um percurso idêntico ao da Biblioteca Nacional e aproveitando as oportunidade de financiamento existentes para digitalizar muitas pérolas da cultura portuguesa. Passe o endereço. Não perde nada e quem sabe não faz despertar um gosto por descobrir.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468710.gif

Na mesma onda deixamos ainda nota do site do Arquivo Municipal de Lisboa. Se for da capital até pode servir de pretexto para uma sugestão de pesquisa de fotografias antigas sobre a sua zona de residência. Outras zonas do país também já têm na Internet muitas imagens dos seus concelhos.

http://imgs.sapo.pt/gfx/468745.gif

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.