A criatividade é um dom que alguns têm hipótese de mostrar ao mundo, outros não. Porque não querem, ou simplesmente porque não conseguem. Com tantos milhões a querer dar nas vistas pode não ser fácil encontrar a oportunidade certa para mostrar a voz, o talento para compor, criar uma peça de arte ou captar os melhores momentos e a essência de um espaço ou acontecimento.

A este processo de descoberta e conquista a Internet veio sem dúvida dar uma ajuda enorme. Qualquer um pode criar um blog e publicar as suas fotografias, textos, músicas ou registos de qualquer outra forma de talento.

Mas como se sabe a Internet é um mundo tão preenchido como um transporte público em hora de ponta e isso limita as possibilidades de ser descoberto, ou pelo menos de garantir alguma visibilidade para o seu talento junto de quem gosta da mesma área.

A solução pode passar pela publicação do resultado da sua criatividade numa plataforma mais dirigida. Por lá passam certamente muitos outros talentos, mas também quem gosta de apreciar a área em questão, ou procura talentos. Torne-se ou não a próxima Ana Free - a portuguesa que ganhou fama no MySpace - sempre terá a recompensa de expor o produto do seu trabalho num local com alguma visibilidade garantida.

[caption]MySpace[/caption]

Em matéria de música o MySpace é sem dúvida uma referência incontornável. Não foi só para a cantora portuguesa que a rede social serviu de plataforma de lançamento, há vários exemplos um pouco por todo o mundo de histórias com final feliz e início idêntico. Mas também pode tentar a sorte noutras áreas e noutras plataformas.





[caption]Olhares[/caption]

Para quem aprecia a área da fotografia, o Olhares pode ser um bom spot para se mostrar no mundo da Internet. Dirigido a amadores, semi-profissionais e profissionais é uma referência nesta área com largos milhares de utilizadores registados e mais de milhão de páginas visitadas diariamente. O registo no site é gratuito e a utilização, até limites definidos e descritos na secção Ajuda, também. Nacional há também a opção Sapo Fotos que permite alojar e partilhar imagens e submetê-las à apreciação da comunidade.

[caption]Alborques[/caption]

A Alborques é uma Galeria Online que também pode servir o interesse de quem procura espaço para divulgar os seus trabalhos online. O aspecto visual do site pode não ser muito apelativo e na verdade o número de artistas registados também não é grande (ou a rotatividade de trabalhos), mas tendo em conta que a plataforma acolhe uma exposição sobre a vila portuguesa da Nazaré pode ser um bom momento para aproveitar o potencial crescimento de olhares portugueses que por lá passarão.

[caption]Deviantart[/caption]

DeviantArt é outro nome que deve fixar quem gosta de desenhar. Aqui as naturezas mortas dão lugar ao anime e outros estilos bem diferentes dos que encaixam na sugestão anterior. Mais uma vez o registo é gratuito e os utilizadores têm a possibilidade de a partir da plataforma mostrar os seus desenhos, quase sempre trabalhados com meios digitais, ou vendê-los.

Continuando a dirigir a atenção aos amantes da imagem: fotografia, design gráfico e por aí…há mais um nome a reter: Tumblr. Ok, é mais um serviço de criação de blogs mas tem algumas particularidades. Para começar aqui o foco é mais a imagem e os conteúdos multimédia, do que o texto puro e duro e a comunidade que se pretende criar - que aliás já começou a ser criada - em torno do serviço é puxada a criatividade. Tudo porque a plataforma facilita, pela organização simples que consegue oferecer e pelas ferramentas, a partilha de conteúdos multimédia e a interacção entre várias ferramentas.

[caption]Tumblr[/caption]

Na área onde os objectivos e a equipa do projecto se mostram é possível ver alguns exemplos bem claros de contas criadas através do serviço, fiéis à filosofia inicial.

Para quem tem paixão pela escrita, jornalística, as opções também são diversas. Muitas são as plataformas que incentivam o cidadão repórter num misto de dar poder a quem costuma estar no papel de ler as notícias e melhorar a cobertura de eventos que de outra forma não seriam notícia, embora haja quem se interesse por eles. Já falámos sobre o tema e hoje remetemos para a sugestão que o abordou, quando sugerimos que libertasse o repórter que há em si.

Quem tiver mais sugestões...por favor partilhe!

Nota de Redacção: A sugestão foi originalmente publicada a 2 de Outubro de 2009.

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.