A técnica de animação stop motion tem muitos e bons exemplos na história do cinema, mas tem-se popularizado com a generalização das câmaras fotográficas e de algumas aplicações que simplificam o trabalho de colar e editar as várias imagens capturadas. Hoje propomos-lhe mesmo que se estreie como realizador e tire partido da sua criatividade, produzindo filmes com a ajuda da câmara do iPhone e de algumas aplicações gratuitas.

No Youtube e no Vimeo encontra muitas obras de realizadores mais ou menos talentosos que experimentaram já estas técnicas e que inundam a rede com filmes feitos a propósito de tudo… e de nada.

Não se aproximam de obras primas como O Estranho Mundo de Jack, de Henry Selick, nem de animações como A Fuga das Galinhas ou Wallace e Gromit, mas não deixam de revelar valor, criatividade e paciência… muita paciência.

A utilização de plasticina ou massa de moldar é uma das bases de produção dos filmes de stop motion, mas na verdade o material é o que menos importa. E a produção cinematográfica pode retratar a evolução da construção de uma casa ao longo de alguns meses, pela colagem de fotos sucessivas, ou mesmo as mudanças de um rosto, como acontece num filme que se celebrizou recentemente e que conjuga fotos captadas diariamente por uma rapariga ao longo de três anos.

Preparado para experimentar? Qualquer câmara fotográfica pode ser usada para fazer filmes frame a frame, quando depois software de edição como o iMovie ou o Windows Movie Maker, mas normalmente estes acabam por consumir mais tempo ao realizador doméstico. Por isso decidimos pegar em quatro aplicações gratuitas para iPhone e iPad que simplificam todo o processo quando se quer montar de forma fácil e rápida uma animação com base nas fotos catadas num momento de inspiração.

O Stop-Motion Camera é provavelmente um dos mais simples. A aplicação é gratuita e depois de instalada é só começar a gravar e ir movimentando os objetos à medida do “guião”. O resultado fica gravado no álbum de fotografias do telefone, mas pode ser exportado para partilhar com o mundo a obra prima.




[caption]stop motion[/caption]

A simplicidade desta aplicação é, naturalmente, inimiga de uma utilização mais “profissional”, já que não existe a possibilidade de alterar um projeto já guardado, nem de definir elementos como a quantidade de frames captadas por segundo…

Um pouco mais completa nesta área, a aplicação Frame X Frame já garante mais personalização da captura de imagens, sendo possível definir intervalos de tempo entre as capturas, o que pode dar uma ajuda preciosa na concretização de alguns tipos de ideias, como acrobacias em bicicleta, por exemplo.




[caption]framexframe[/caption]

O download é também gratuito e pode explorar algumas possibilidades extra, como definir se vai usar a câmara frontal ou traseira do equipamento, fazer zoom na aplicação e aplicar o modo “anti-tremeliques” para mais estabilidade.

Para projetos a longo prazo, como registar a evolução da montagem de uma construção de lego, da decoração de um espaço ou mesmo de uma curta metragem de animação, o Stop Motion Café será mais adequado. Também gratuita, esta aplicação suporta o desenvolvimento em paralelo de vários projetos, e permite exportar o resultado final para o iTunes.



[caption]stop motion cafe[/caption]

Deixamos uma última referência, a Pixstop, desenhada especificamente para o iPad com objetivos educativos, pode guardar até 10 mil imagens e criar filmes com mais de 10 minutos.




[caption]pixstop[/caption]

Estes são alguns dos exemplos de aplicações que descobrimos para dispositivos móveis, mas convidamos os leitores a partilharem outras sugestões que conheçam também noutras plataformas.

E agora, sente-se preparado para se transformar num realizador de fim de semana?

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Fátima Caçador

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.