Os tablets são um objeto de desejo. Desde o lançamento do iPad em 2010 que abriu-se toda uma nova janela de oportunidades para estes dispositivos móveis. As análises das consultoras tecnológicas apontam para o crescimento constante destes dispositivos, a par dos smartphones.

Portabilidade, dimensões de ecrãs generosas e acessos a milhares de conteúdos - aplicações, filmes ou músicas - são motivos que justificam esta sede pelos tablets.

À medida que todo um mercado de novos dispositivos se vai apresentando ao longo das semanas, existe um mercado "paralelo" que também tem crescido de forma significativa mas que não consegue visibilidade.

O nome das marcas não ajuda, mas não deixam de ser opções a ter em conta. Sobretudo para quem procura uma solução barata e que dê acesso às principais funcionalidades que um tablet garante: acesso à Internet, consulta de email e redes sociais, alguma jogabilidade e consumo multimédia.

Os leitores também podem ver a situação outro prisma. Há alguns anos, a bq também era vista como uma marca low-cost sobre a qual pairava muita desconfiança. Atualmente tem um leque de soluções de boa qualidade relativamente ao preço que apresentam e uma boa parte dos comentários que o TeK recebe sobre a marca são positivos.

Isto para dizer: se não experimentar, nunca saberá.

O TeK foi então às lojas online de algumas cadeias de retalho e descobriu equipamentos muito baratos. Mesmo baratos. A nível de requisitos mínimos só houve duas condições impostas: o ecrã tem que ter no mínimo sete polegadas e a versão do Android tem que ser Jelly Bean 4.1.

Por razões que parecem óbvias, todas as sugestões que o TeK reuniu estão equipadas com o sistema operativo móvel da Google. O Windows 8 só agora está a suportar form factors mais pequenos, o iOS da Apple só reina nos iPad e o BlackBerry Playbook não entra no totobola porque não vai receber o BlackBerry 10. E também nestes casos, não é possível encontrar um tablet abaixo dos cem euros.

DENVER TAC-70061 @Worten por 69,90 euros

Por 70 euros já é possível levar para casa um tablet funcional. Sem espantar em nenhuma das especificações, este Denver Tac-70061 parece apenas pecar pela falta de conetividade HDMI.

O ecrã de sete polegadas tem uma resolução de 800x480 píxeis e tem capacidade para reconhecer até dois toques em simultâneo, garantindo pelo menos a ação de fazer zoom nas fotografias.

[caption]tablet low cost[/caption]

O processador de um núcleo a 1,2Ghz, os 512MB de memória RAM, os 4GB de armazenamento interno com possibilidade de expansão através de microSD e o suporte para Internet de banda larga móvel através de um dongle fazem deste tablet um equipamento versátil.

O Denver tem ainda acesso Play Store - porque existem equipamentos que mesmo com Android depois não têm acesso à loja de conteúdos da Google -, tem câmara frontal VGA e pesa 300 gramas.

LOGICOM TAB 750 @Pixmania por 59,90 euros

Por menos 10 euros a Pixmania tem na loja online um tablet de sete polegadas da Logicom. A nível de características não difere muito da solução anterior, mas existem um ponto que faz a diferença do preço. O processador também sendo de um único núcleo, apenas atinge 1Ghz de velocidade de relógio.

A bateria de 2.600mAh garante até três horas de utilização intensa, valor que aumenta caso os níveis de utilização diminuam. Numa utilização passiva e normal, deve ser o suficiente só ter que ser carregado no final de cada noite.

[caption]tablet low cost[/caption]

As capacidades vídeo parecem estar asseguradas com o suporte aos formatos AVI, MPG, MKV e MP4. Como resume a cadeia de retalho "desfrute do essencial do multimédia a um preço acessível".

Não tem GPS, nem saída HDMI, nem Bluetooth. Também não traz a Google Play Store de origem, mas uma pesquisa na Internet permite descobrir que é possível instalar a loja através de um APK independente.

Storex EZEE TAB 706 @RadioPopular por 79,90 euros

Na Radio Popular foi preciso esticar um pouco o preço do equipamento mas continua a merecer a distinção de tablet low-cost.

A nível de especificações, quem vê um vê quase todos os equipamentos neste segmento de preços. São poucas as diferenças. No caso do Storex EZEE TAB 706 o processador single core chega aos 1,2Ghz e a bateria tem 3.000mAh o que deve garantir uma autonomia superior à do Logicom.

[caption]tablet low cost[/caption]

Na página oficial, a Storex diz que os seus tablets podem tirar todas as vantagens do Android, o que parece indicar a existência de acesso à Play Store. O suporte para dongles 3G também parece estar assegurado com a entrada USB OTG.

Lazer 7 @Box Online por 84,90 euros

O Lazer 7 é o teto máximo relativamente ao preço para a sugestão do dia.

Neste caso o preço mais alto está relacionado com o processador de 1,2Ghz e a memória RAM de 1GB, segundo informações encontradas online. USB OTG, sensor fotográfico frontal com qualidade VGA e até quatro horas de utilização intensiva asseguradas, são fatores que podem justificar os 25 euros a mais do tablet mais barato aqui nomeado.

[caption]tablet low cost[/caption]

O Lazer 7 perde no entanto para a concorrência por não garantir acesso à Play Store mas antes à Lazer Store, uma loja própria que mesmo tendo várias aplicações, nunca consegue assegurar a mesma oferta que o mercado da Google.

Compre um tablet à sua medida

Resumindo: baixas resoluções de ecrã, baixa duração de bateria, desempenho intermitente, fraca câmara fotográfica, conetividade também abaixo do desejável e baixo preço. Se o último fator é o que pesa mais, então experimente primeiro o tablet e leve consigo uma lista de dúvidas que devem estar esclarecidas quando voltar a casa.

Depois é só pensar e tomar uma decisão.

Todos os tablets acima referidos são equipamentos ideais para quem nunca teve grande contacto com as novas tecnologias e quer começar a aprender. Também são opções viáveis para crianças e para jovens estudantes. Os utilizadores que gostavam de facto ter um tablet, mas não estão de todo dispostos a desembolsar mais do que um quinto do ordenado mínimo para o fazer - porque também sabem que não vão aproveitar metade das funcionalidades - certamente que ficam suficientemente bem servidos com o Lazer, Logicom, Denver e Storex.

Se procura especificações melhores fique a saber que existem outras opções que por mais 30 ou 40 euros já garantem um tablet mais duradouro e de desempenho superior - em termos teóricos pelo menos.

O TeK convida os leitores a partilharem mais sugestões de tablets low-cost ou a argumentarem sobre as vantagens e desvantagens que existem em comprar este tipo de dispositivos.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.