O programa destina-se a vários públicos, nomeadamente a quem queira apenas aprender os passos mais básicos da informática, a quem procure uma primeira ou uma nova oportunidade de trabalho ou a quem esteja a trabalhar, mas queira ampliar a sua experiência e conhecimentos para progredir na carreira ou mesmo criar a sua própria empresa.

Tem igualmente uma parte dedicada às organizações que procurem recursos qualificados e certificados na área das TI, neste caso em tecnologias Microsoft.

Até ao final do ano, a empresa norte-americana representada em Portugal estima poderem vir a ser criados cerca de 2.000 empregos ao abrigo deste programa.

O objetivo é formar e certificar pelo menos 10 mil pessoas em tecnologia Microsoft nos próximos três anos, embora exista "potencial para chegar a muitas mais", referiu Vânia Neto, diretora para a área de Educação, Cidadania e Responsabilidade Social na Microsoft Portugal, em declarações ao TeK. "Acreditamos que haverá particular interesse junto dos desempregados qualificados".

O Ativar Portugal tem várias vertentes que passamos a apresentar nas páginas seguintes.

O Ativar Portugal materializa-se num portal online, a partir do qual se presta informação sobre todas as vertentes do programa, nomeadamente sobre o nível de conhecimentos em causa, os diferentes cursos ministrados e os objetivos de cada um deles - iniciação, certificação e requalificação.

[caption][/caption]

A intenção é que o portal "sugira" um percurso específico e tenha resposta para as aspirações de cada um dos interessados.
Para quem pretende dar os primeiros passos na aprendizagem tecnológica, o portal apresenta o Currículo de Literacia Digital, o curso oficial de introdução às tecnologias de informação disponibilizado pela Microsoft a nível mundial.

Este curso pode ser feito online e é totalmente gratuito. Adicionalmente pode ser feito em sala de aula, também de forma gratuita, em qualquer centro de formação do Programa Escolhas.

Para os que pretendem aprofundar conhecimentos, o projeto disponibiliza um conjunto de cursos de formação, subsidiado pelos parceiros (Actual Training, Galileu, GTI e Rumos) e pela própria Microsoft, bem como todas as Microsoft IT Academies nas instituições de ensino superior e profissional parceiras, com vista à certificação dos alunos.

Adicionalmente, disponibiliza o acesso à Microsoft Virtual Academy, a escola internacional online da Microsoft, onde os interessados podem fazer formação gratuita em diversas áreas e consoante o seu perfil, ganhando pontos pelos cursos realizados, com vista a um maior reconhecimento pelo mercado.

Para os profissionais com bons conhecimentos que se pretendem certificar, o portal faz o encaminhamento para os centros oficiais de certificação curricular oficial, onde é possível realizar os exames presenciais. Uma vez aprovados, os candidatos recebem uma certificação oficial da Microsoft, válida em todo o mundo, que os certifica como profissionais.

Por fim, e através da parceria específica com a Alphappl, o programa permite que pessoas com competências em áreas atualmente sem empregabilidade em Portugal aprendam sobre ferramentas de programação e outras competências tecnológicas Microsoft, para se poderem certificar e iniciarem uma carreira na área das tecnologias.

O mercado de emprego do portal Ativar Portugal

Para além da oferta de aprendizagem, formação, valorização e certificação Microsoft, o portal Ativar Portugal tem também a "Janela de Emprego", uma iniciativa apresentada como o primeiro mercado de emprego dedicado à tecnologia Microsoft em Portugal.
Aqui, as empresas parceiras e clientes da gigante da informática que pretendam recrutar técnicos especializados e certificados podem anunciar as suas vagas.

Por outro lado, os técnicos qualificados podem colocar os seus currículos para mais facilmente serem identificados pelas empresas interessadas.

No futuro, este mercado poderá vir a ser aberto igualmente a outras tecnologias, segundo a Microsoft.

Refira-se que o Ativar Portugal surgiu, nomeadamente, como resposta à dificuldade das empresas do setor das TI encontrarem profissionais com as competências necessárias e específicas deste mercado.

Neste momento, pensa-se que existam cerca de 5.000 ofertas de emprego por preencher no setor das tecnologias, 900.000 se pensarmos no cenário europeu.

O portal tem de mais de 150 empresas parceiras neste campo, entre as quais se destacam a Accenture, a Agap2, Bee Engineering, GFI, Iten, KCS IT, Quidgest, Randstad e Unisys pelo maior número de oportunidades anunciadas. Atualmente mostra perto de 150 ofertas de emprego.

Do primeiro emprego à criação da sua própria startup, os utilizadores do portal Ativar Portugal podem também beneficiar dos vários programas de apoio à criação e aceleração de novos negócios, tais como o BizSpark, que em Portugal já apoiou mais de 500 novas empresas com um investimento de 3,5 milhões de euros em tecnologia Microsoft.

Parceria com o IEFP

Ainda no âmbito do Ativar Portugal, a Microsoft Portugal e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) assinaram um acordo de cooperação, que prevê a adesão deste instituto ao programa Microsoft IT Academy, fazendo dos 30 centros de formação profissional do IEFP certificação em tecnologia Microsoft.

Na fase de implementação haverá um acompanhamento da Microsoft na formação técnica de formadores e na definição dos percursos formativos, mais adequados às necessidades do mercado, bem como para garantir as condições necessárias à certificação dos formandos, referiu Vânia Neto em declarações ao TeK.

A diretora para a área de Educação, Cidadania e Responsabilidade Social na Microsoft Portugal acrescentou também que, numa primeira fase, as ações serão acima de tudo viradas para a requalificação de desempregados qualificados "que lhes permitam encontrar um novo percurso e oportunidades na área da tecnologia".

Os conteúdos serão relacionados com as tecnologias Microsoft, de que são exemplo, Excel, Powerpoint, Sharepoint, CRM Dynamics, Cloud, entre outras. De acordo com as necessidades do mercado, mas também com o perfil dos formandos, cada centro de formação definirá quais os cursos a ministrar por via de cada IT Academy.

À partida todas as pessoas inscritas no IEFP serão elegíveis para o programa, sendo que para que se inscreverem deverão entrar em contacto direto com o Centro de Formação da sua área de residência.
geral", que tem nos lugares do pódio a Mercedes, a Nestlé e a Nivea, por esta ordem.

[caption][/caption]

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.