Por puro interesse ou necessidade de realizar algum trabalho ou pesquisa, há sempre situações que nos levam a ter de fazer uma deslocação à biblioteca, numa ou noutra altura. Além do acesso a milhares de colecções de livros que cada visita deste género permite, pode também ser uma oportunidade para visitar um edifício antigo ou um belo jardim, tantas vezes associados ao espaço das bibliotecas.



Mas verdade seja dita, muitas vezes o que fazia mesmo falta era conseguir ter acesso à informação pretendida o mais rápido possível e sem sair de casa. É precisamente sobre estas possibilidades que hoje lhe falamos. Um conjunto de projectos, nacionais ou internacionais, têm trazido para a Internet muita da cultura depositada nas bibliotecas e com isso facilitado um acesso sem fronteiras e sem horas a conteúdos que, de outra, forma teriam acesso mais complicado.



Começamos a visita cultural pela versão digital da Biblioteca Nacional. A iniciativa já conta alguns anos e tem permitido a digitalização de várias colecções à guarda da BN. A consulta online pode ser orientada por datas, autores, ou referência atribuída pela biblioteca. Teses e dissertações, publicações periódicas, partituras, livros antigos e documentos cartográficos são apenas alguns dos materiais que pode encontrar por esta via. O espólio está constantemente a crescer, muitas vezes na medida dos apoios privados que financiam a sua digitalização, mas também através de financiamento público. No início deste ano estavam disponíveis mais de 10 mil obras.



Portugal é parte integrante de um projecto que está a ser desenvolvido em vários outros países europeus e que tem como objectivo maior criar uma Biblioteca Digital Europeia. O trabalho já realizado pelos vários países tem como porta de entrada o site The European Library onde pode entrar em dezenas de bibliotecas europeias.




Em Novembro deste ano, o trabalho desenvolvida pelos vários países desde 2005 vai ter nova porta de entrada. A Europeana, que já pode ser acedida, e que compilará não apenas os trabalhos digitais das bibliotecas nacionais, como dará também acesso aos materiais digitalizados por museus e arquivos nacionais.



O Arquivo Nacional da Torre do Tombo será uma das presenças no Europeana. Os milhares de documentos que este depósito da história portuguesa tem vindo a guardar ao longo dos séculos já começaram a ser digitalizados e boa parte já pode ser acedida online, através da página de Internet da instituição.




Fechamos esta nossa visita cultural com o Google Book Search. Para muitos já dispensa apresentações, quer pela dimensão que começa a ganhar, quer pela muita polémica que tem provocado desde que arrancou. O serviço de digitalização de livros da Google tem uma vertente dirigida a editoras e uma outra, onde o alvo são bibliotecas universitárias. Já fechou dezenas de acordos em todo o mundo que lhe permitem dar acesso a milhares de livros, em versão completa ou parcial. Um dos mais recentes foi com a Universidade de Coimbra. Os títulos em questão deverão estar disponíveis em breve.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.