Quem gosta de trocar com frequência de computador, impressora, câmara fotográfica e telemóvel acaba por ficar com uma série de "monos" na prateleira, que normalmente se guardam porque ainda funcionam bem e é uma pena enviar para reciclagem.

Os amigos próximos são muitas vezes o recurso para nos desembaraçarmos das "velharias" mas ao fim de algumas tentativas de venda do tal telemóvel que "está como novo" e é "quase dado" é normal que comecem a mudar de conversa ou que nos mandem "dar uma volta", logo que o assunto vem à baila.

Mas as alternativas para anunciar e leiloar estes produtos são bem mais vastas e podem até ser mais lucrativas, já que alargam imenso o campo de negócio possível.

Os sites internacionais são bem conhecidos, destacando-se naturalmente o eBay, mas para esta sugestão a equipa do TeK decidiu focar-se na realidade nacional e em sítios que usam o ".pt" no final do URL. A decisão não tem a ver com "regionalismos" ou "geografias" mas optámos por dar visibilidade aos projectos nacionais.

Leilões ou anúncios?
Entre as possibilidades de anunciar e vender produtos já usados as mais interessantes são os sítios de anúncios grátis e os de leilões. A diferença centra-se na possibilidade dos segundos de manter online uma evolução das ofertas e interessados, enquanto nos anúncios há uma série de contactos pessoa a pessoa, tornando-se mais trabalhoso para quem quer vender por ter de responder a contactos de múltiplos possíveis compradores antes de efectivamente entregar os produtos.

Os sites de anúncios grátis têm proliferado com vários projectos nacionais a ganharem audiência. Sem considerar antiguidades, nem colocar as referências por ordem de importância, apontamos o caso do Placard e do Anúncios Grátis, onde pode encontrar um pouco de tudo, com informática e electrónica à mistura.

O mesmo acontece nos leilões, mas em alguns sites a área de equipamentos de telecomunicações, fotografia e electrónica tem mais peso, talvez porque estes são o tipo de produtos e gadgets mais utilizados pelos internautas, que também se sentem mais à vontade de usar as ferramentas web para os vender.

Na lista de sugestões para os leilões não podiam faltar o Leilões SAPO e o Miau, com procedimentos e dinâmicas semelhantes. No caso dos Leilões SAPO estão até conjugadas as duas formas de vender - com licitação ou venda directa, que podem ser escolhidas no momento da colocação da oferta.

A opção é sua sobre qual dos métodos utilizar e qual o site que escolhe para vender os seu produtos, mas não deixe de ler "as letras miudinhas" e verificar as comissões cobradas, assim como os custos de portes que tem de pagar para a entrega do produto ao comprador. É que podem surgir situações onde a contabilização final do negócio é negativa ou pouco favorável...

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.