Durante o confinamento, com mais membros da família em casa, mas também no prédio ou local onde vive, é normal que as redes de internet estejam mais sobrecarregadas, sobretudo em horários com mais pico de utilizadores. Poderá ter mais dificuldade a abrir ou a fazer downloads, com velocidades bem abaixo do que contratou com a sua operadora.

É certo que a primeira tendência é ligar à operadora para reclamar da velocidade, mas além do inconveniente de ter de pagar a chamada, por norma, e ficar à espera largos minutos até ser atendido por um operador (considerando que conseguiu fintar os bots), ainda terá de levar com a despistagem scriptada dos funcionários: “desligue o modem por 15 segundos e volte a ligar. Agora faça o pino e sustenha a respiração…” Já sabe como funciona.

Nesse sentido, sempre que nota que a internet esteja a soluçar, faça você mesmo um teste, e caso se confirme, desligue o router alguns segundos e volte a ligar, antes mesmo de telefonar ao apoio técnico. Depois de ligar o router tente novamente executar o teste, a ver se melhora os resultados.

Deixamos aqui três testes que pode fazer gratuitamente em poucos minutos. Se os três apresentarem resultados semelhantes, e revelarem um resultado inferior ao que deveria estar a usufruir, então sim, tome as devidas medidas para aceder ao apoio técnico.

NET.mede

O NET.mede é um serviço da Anacom, que permite testar diferentes parâmetros da qualidade do seu serviço de internet, seja ele fixo ou móvel, seja através do habitual browser de internet, como também portátil, smartphone ou tablet. Este serviço permite testar ligações até 400 Mbps de velocidade, incluindo o registo do download e upload, mas também a latência e o Jitter.

No final do teste pode aceder a um relatório, e até introduzir os valores da velocidade contratada para fazer comparativos. Pode guardar o documento em PDF, caso necessite de enviar para a operadora, como suporte à sua queixa.

Para iniciar o teste, na página principal do NET.mede basta escolher a velocidade contratada (caso queira) e premir o botão de “Iniciar o teste”. Os resultados serão apresentados passados alguns segundos, podendo acompanhar o mesmo enquanto faz o download e upload simulado.

Speed test nPerf

O nPerf funciona de forma semelhante ao NET.mede, mas neste caso salienta que o teste de velocidade é feito a partir de um algoritmo único que permite medir de maneira precisa a taxa de bits de download e upload, tal como a latência da sua conexão. O serviço gratuito refere que os seus servidores estão otimizados para fazer disparar a taxa de bits necessária para saturar a ligação e obter uma leitura mais real da velocidade.

Pode optar por escolher um servidor de forma automática, mas se preferir, pode ligar-se a um dos pontos espalhados pelo globo, para simular ligações a maior distância, por exemplo.

Teste de velocidade da Google

Basta escrever Teste de velocidade da Internet ou “speedtest” na pesquisa do Google para encontrar a sua própria ferramenta. Logo o primeiro resultado tem um botão do serviço. Este é semelhante aos anteriores e testa a ligação em menos de 30 segundos.

A Google explica que “para executar o teste, estará ligado ao Measurement Lab (M-Lab) e o seu endereço IP será partilhado com este serviço e processado pelo mesmo de acordo com a privacy policy. O M-Lab realiza o teste e publica todos os dados do mesmo publicamente para promover a investigação na Internet. As informações publicadas incluem o endereço IP e os resultados do teste, mas não incluem quaisquer outras informações sobre si enquanto utilizador da Internet”.

O How To TeK é uma rubrica do SAPO TeK que pretende ajudar todos os utilizadores em tarefas simples (mas que parecem complexas) na utilização de computadores e telemóveis. Se tiver sugestões de truques que quer ver esclarecidos envie um email para geral@tek.sapo.pt.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.