Com as limitações impostas pela pandemia da COVID-19, ir à praia tornou-se um desafio em que é preciso validar primeiro qual é o estado da ocupação, evitando assim deslocações desnecessárias. A app SandSpace foi desenvolvida para responder a esta questão e já tem um mapa que  abrange toda a costa continental e a dos arquipélagos dos Açores e Madeira.

Ao todo são 685 praias nacionais listadas e a app conta com a colaboração dos utilizadores para atualizar os níveis de ocupação do areal. Os utilizadores de cada espaço balnear fornecem à app os dados sobre a ocupação humana, para que o software os converta num indicador gráfico em que verde significa pouca densidade, amarelo indica um número já considerável de banhistas e vermelho traduz uma lotação limite.

A app foi desenvolvida em apenas quatro dias por um grupo de estudantes do 12º ano da Escola Secundária Serafim Leite em São João da Madeira e já conta já com a parceria da Agência Portuguesa do Ambiente. Agora foi distinguida na competição internacional Apps for Good UK, o programa educativo tecnológico que desafia alunos e professores a desenvolverem aplicações para resolverem problemas sociais.

A app está disponível na Google Play Store e o download é gratuito.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.