A Google revelou que o novo Android L vai ter ativa, por defeito (sem que o utilizador tenha a necessidade de a ativar), uma funcionalidade que codifica os dados guardados no equipamento, tornando-os inacessíveis à empresa.


Tal como a Apple garante para o novo iOS, disponível desde esta quinta-feira, a Google explica que a funcionalidade protege o equipamento do acesso a dados por terceiros, nomeadamente autoridades que os solicitem à empresa.


A encriptação dos dados é uma opção disponível no sistema operativo móvel desde 2011, acrescenta ainda a empresa, mas para funcionar tinha de ser proactivamente ativada pelo utilizador. Agora a opção estará ativa de origem, sem que o utilizador tenha de fazer nada para o garantir.


"Há três anos que o Android oferece codificação dos dados. As senhas não são guardadas em qualquer outro lugar para além do dispositivo, pelo que não podem ser partilhadas com os agentes da autoridade", explica a Google.


No âmbito do nosso próximo lançamento do Android, a codificação dos dados estará ativa por defeito, por isso não terá sequer de pensar em ligá-la".


Recorde-se que a Apple sublinha na nova política de privacidade do iOS 8, que o sistema introduz novas garantias para o utilizador, ao assegurar que qualquer telemóvel ou tablet protegido com uma senha de acesso definida localmente pelo utilizador deixa de ter conteúdo acessível à empresa e a qualquer entidade que o solicite.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.