O conceito foi criado por uma empresa portuguesa, a Kwamecorp, que com a aplicação quer promover uma forma diferente de ligar pessoas que estão próximas, ao mesmo tempo que permite personalizar o ecrã de bloqueio do equipamento.



O ecrã pode ser usado para partilhar fotografias, escrever notas ou fazer desenhos (inclusive sobre fotografias). O conteúdo criado pelo utilizador é automaticamente partilhado pelo resto dos membros da sua rede, que têm na ferramenta um canal de comunicação direto entre si.



A ideia da aplicação é fomentar a partilha de conteúdos entre uma comunidade, ao estilo Messenger, criando uma alternativa às opções standard de personalização do ecrã de bloqueio do dispositivo, explicou ao TeK Kwame Ferreira, CEO da empresa, que por estes dias mostra os principais projetos no Mobile World Congress.



A LokLok está disponível para Android, ainda em beta e só disponível por convite, que os interessados podem solicitar. A prazo pode ganhar uma versão para iOS mas será necessário encontrar uma forma diferente de o fazer, uma vez que o sistema operativo da Apple limita alterações a esse nível.



A Kwamecorp é uma agência de inovação e uma incubadora de startups que tem participado em projetos internacionais de referência como o Fairphone, ou trabalhado no design e implementação de serviços móveis para fabricantes como a Samsung. Tem escritórios em Lisboa, Londres, Nova Iorque, São Francisco e Seul.




Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.