Acabadas de lançar, com funcionalidades que estão prestes a chegar ou simplesmente "veteranas" que são sempre boas opções , no conjunto de apps que lhe sugerimos esta semana vai encontrar propostas que respondem a várias necessidades, do entretenimento à produtividade.

WifiMapper ajuda a encontrar redes Wi-Fi na área

A aplicação regista no mapa os pontos de acesso gratuitos de rede wireless no local onde se encontra.

Nem todos têm uma conta com um operador de telecomunicações com um bom plafond de dados, e isso obriga a uma gestão minuciosa da navegação pela internet, sobretudo se aceder a serviços de stream como o YouTube, Netflix e Spotify. Quando entra num restaurante ou centro clínico, o normal é procurar por um ponto de ligação Wi-Fi gratuito e respetiva palavra-passe. O WifiMapper é uma aplicação que vai precisamente facilitar a vida das pessoas na hora de encontrar uma rede segura para navegar.

A aplicação depende da comunidade de utilizadores para funcionar, um pouco como o GPS Waze, em que cada pessoa contribui com as suas descobertas. Sempre que encontra uma ligação Wi-Fi esta é identificada no mapa da app, cabendo ao utilizador, mediante um registo, definir as suas propriedades, tais como se é privada ou pública, e se necessita de uma password para se ligar. Pode ainda registar se é grátis para todos os utilizadores, se tem limite de tempo para utilizar ou se é necessário efetuar um registo no serviço.

Caso queria efetuar o registo gratuito na aplicação e contribuir para a comunidade, pode adicionar as ligações favoritas à conta, classificar as redes e até ganhar pontos para um ranking global de utilizadores. A aplicação tem ligação ao Foursquare, pelo que poderá aceder a mais informações sobre o estabelecimento que oferece o Wi-Fi.

Pode fazer o download do WifiMapper nas versões Android e iOS.

No jogo 1LINE os puzzles são todos para fazer à primeira

Apps para exercitar o cérebro são sempre boas opções. Aqui o objetivo é perceber como ligar todos os pontos com um único movimento de toque no ecrã.

Como em todos os desafios do género, as primeiras fases do 1LINE são fáceis, mas só mesmo de início, porque à medida que o jogo for avançando e são desbloqueados novos desafios, o grau de dificuldade vai aumentando. Consideravelmente.

Tal como o nome indica, o objetivo destes exercícios para treinar o cérebro é que jogador complete as figuras de uma assentada só, ligando os pontos sem passar duas vezes pela mesma linha.

E caso bloqueie e fique sem ideia de como ligar os pontos, pode usar as dicas disponibilizadas pela app. De acordo com os criadores, apenas 1% das pessoas consegue completar alguns dos quebra-cabeças… Vai tirar teimas?

O 1LINE é grauito e está disponível para Android.

Enlight Videoleap é um editor de vídeo inovador que atrai profissionais e amadores

A aplicação permite a criação de vídeos de alta qualidade, com funcionalidades semelhantes a editores profissionais. Foi considerada uma das apps de 2017 pela Apple.

Considerada uma “revolução na criação e edição de conteúdos em vídeo” em mobile, a Enlight Videoleap pode ser usada quer por utilizadores profissionais, através das suas ferramentas de edição avançadas, quer por iniciantes, com o simples cortar e combinar vídeos.

Entre os seus muitos recursos, a app permite que os utilizadores animem objetos em um vídeo, suporta edição em múltiplas camadas e a sua função Chroma Key usa inteligência artificial para remover o fundo de forma a ter um efeito semelhante ao que acontece com a técnica de "ecrã verde" em produções de vídeo e cinema.

A app traz ainda uma biblioteca completa de tutoriais de ajuda, com exemplos de como usar cada recurso, e salva automaticamente todos os projetos para que possam ser retomados mais tarde.

Este estúdio de produção de bolso está disponível gratuitamente, mas apenas para iOS e iPad. Se quer ir mais longe e fazer vídeos mais interessantes, recomendamos a versão “Pro”, por 5,99 euros por mês.

Simule o campeonato do mundo de futebol em dispositivos iOS

O 2018 World Football League é um jogo de Subbuteo para os dispositivos da Apple, que simula o famoso futebol de mesa. 
Arrancou o mundial de futebol na Rússia e a euforia em torno do desporto-rei não deixa ninguém indiferente, sobretudo quando a seleção das “quinas” está presente para tentar a dobradinha, depois da vitória no Europeu em França. Nesse sentido, propomos um jogo de futebol para descarregar as emoções nos intervalos das partidas, mas uma adaptação do famoso jogo de tabuleiro Subbuteo, também conhecido como futebol de mesa, nos dispositivos iPad e iPhone: 2018 World Football League.

Para simular as fichas no relvado, o jogo utiliza uma mecânica de catapultas, que permite “chutar” o esférico à baliza ou fazer jogadas entre os elementos da equipa. Seja contra os adversários controlados pela IA ou nos embates com os amigos, as jogadas são feitas por turnos, embora tenha algum tempo limite para pensar na estratégia, e dessa forma manter a fluidez dos encontros.

O jogo apresenta algumas seleções presentes no campeonato, tais como a Espanha, o Brasil, a Argentina, a França e anfitriã Rússia, mas também Portugal, claro.

Pode fazer o download do jogo na versão iOS. Que vença o melhor…

Instagram: afinal vai poder continuar a “guardar” as stories alheias sem ninguém saber

No início do ano, a plataforma começou a testar uma nova ferramenta em que “denunciava” quem fizesse print screen das publicações temporárias de outros utilizadores. Agora, colocou-lhe um fim.

Em fevereiro, o Instagram revelou estar a testar um novo recurso em que os seus utilizadores iriam ser notificados de cada vez que que alguém fizesse uma captura de ecrã dos seus Stories.

tek insta

“Estamos sempre a testar maneiras de melhorar a experiência no Instagram e de facilitar a partilha de qualquer momento com as pessoas que são importantes para si”, terá dito a plataforma quando começou a desenvolver o recurso.

A novidade gerou alguma polémica entre os utilizadores e agora, segundo o Buzzfeed, a rede social cancelou a ferramenta que, durante o teste, permitia saber quem, da lista de pessoas que viram uma story, também tinha feito print screen.

No entanto, a fase de testes não foi estendida a todos os utilizadores, pelo que ninguém tinha a certeza se tinha o recurso ativo ou não, apenas recebendo um único aviso que indicava que "da próxima vez que você tirar um print screen, a pessoa que postou a história poderá vê-lo".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.