A semana dedicada ao vasto universo mobile no TEK "abriu" com uma aplicação imprópria para quem sofre de hipermetropia e não usa óculos e seguiu com uma aplicação portuguesa destinada a melhorar  o planeamento do trabalho em equipa.

Na continuidade, houve jogos e propostas para relaxar. Pode espreitar as apps em destaque durante os últimos dias nas linhas a seguir

Pixxart: pixel a pixel faz o smartphone um desenho

Esta é uma aplicação imprópria para quem sofre de hipermetropia e não usa óculos. De resto pode ser bastante divertida.

A Pixxart tira do baú algo que muitos de nós fizemos quando eramos mais novos: preencher quadradinhos de folhas de papel quadriculado para fazermos desenhos. E é esse o objetivo desta aplicação.

 

As instruções para desenhar não são nada complicadas e são dadas logo de início. Para começar, basta tocar num quadradinho de pixel que ele passa a ficar preenchido. Para mudar de cor, é ir tocando até ao “tom” desejado.

Nesta app disponível para iOS vai poder guardar as suas obras artísticas numa galeria própria ou partilhá-las publicamente com os outros utilizadores da aplicação.

A Pixxart neste momento - e para comemorar o Halloween - é gratuita, mas o preço não é nada de assustador quando é paga: menos de 1 euro.

Equilíbrio e menos stress. Aplicação portuguesa quer melhorar o planeamento do trabalho em equipa

A aplicação chama-se Outplanr e entra agora em lançamento comercial depois de três anos de desenvolvimento, dois dos quais em fase beta.

Planeamentos irrealistas, falta de coordenação entre equipas, dificuldade em fazer planos de trabalho diários e stress. Muito stress, com risco de burnout e consequências negativas no equilíbrio da vida pessoal e profissional. Para muitos este é o cenário atual em empresas com projetos a decorrer, mas Bruno Figueiredo, habituado a esta lógica de funcionamento em agências digitais onde trabalhou em Inglaterra, decidiu pôr-se em campo e desenvolver uma aplicação que resolvesse pelo menos uma parte dos problemas. E assim nasceu a Outplanr.

“A necessidade do Outplanr surgiu quando trabalhava em Inglaterra, onde passei por várias agências digitais. Nestas agências com centenas de trabalhadores, era sempre muito difícil acompanhar o andamento dos projetos e saber o que outros membros da equipa estavam a fazer uma vez que estavam dispersos por várias salas”, explica.

As limitações das ferramentas que se usavam nestas agências deram a Bruno Figueiredo a ideia de desenhar uma aplicação que não só mostrasse o que cada membro da equipa está a fazer em tempo real, como também permitisse planear trabalho de forma mais eficaz, desenhando planos de trabalho diários.

 

A Outplanr está a ser desenvolvida há 3 anos, sendo que os últimos dois foram dedicados à fase beta onde já conta com algumas centenas de utilizadores e empresas a usar a ferramenta diariamente. Agora está a fazer o lançamento comercial e o objetivo é chegar aos mil utilizadores no primeiro trimestre.

O CEO da Outplanr explica que o trabalho em empresas que trabalham com muitos clientes em simultâneo é sempre um pouco difícil de planear. Bruno Figueiredo fiz que “as ferramentas existentes apenas são capazes de estruturar listas de tarefas, ou permitem planear mas a muito alto nível, o que acaba por não permitir por um lado perceber em quantos dias de trabalho se traduzem as tarefas ou então a alocações que depois não correspondem à realidade, levando a que os recursos fiquem sem trabalho efetivo em alguns dias”.

A Outplanr permite um planeamento à tarefa e por isso consegue-se elaborar planos de trabalho exequíveis, diminuindo o stress na equipa e a necessidade de horas extra, justifica. A aplicação faz integração com outras ferramentas, como o Slack, Asana, Outlook e Google Calendar.

A startup liderada por Bruno Figueiredo está a ser incubada na Startup Lisboa e a disponibilização comercial da app é o principal foco da empresa, mas pretende ajudar à organização das companhias e equipas que aderirem ao modelo, e tornar os trabalhadores mais felizes, produtivos e saudáveis.

A aplicação está disponível em modelo de subscrição através da internet e tem ainda apps para plataformas móveis iOS e Android, este caso ainda em beta.

Pause, a aplicação que o ajuda a relaxar apenas com o polegar

Baseada na arte marcial Tai Chi, a app pretende reduzir a atividade cerebral ao máximo durante um curto período de tempo para que possa descansar e enfrentar o resto do dia.

Desenvolvida pela Ustwo em conjunto com o centro médico PauseAble, na aplicação Pause o utilizador usa o polegar que, quando encostado ao ecrã, cria uma bolha que tem de ser constantemente movida para não desaparecer.

O movimento do polegar não deve ser demasiado rápido nem demasiado lento, uma vez que é com base nos gestos do utilizador que este vai ganhando a concentração que precisa e reduzindo a atividade cerebral apenas com recurso ao smartphone.

 

Para ajudar no processo de relaxamento, é só colocar os phones e escolher uma tracklist a gosto.

A aplicação está disponível para iOS e Android.

Faça do tablet ou do smartphone um "tabuleiro" e jogue Orbit com os amigos

Está a ver o jogo Traga Bolas Hipopótamos Comilões? A base de criação do Orbit é parecida, mas o desafio aqui é interplanetário. E ganha quem tiver a maior galáxia espacial.

O tempo começa a arrefecer (apesar de tudo), a chuva vai regressando (intermitentemente, é verdade) e a época convida a passar mais tempo em ambientes mais aconchegantes, entre as pessoas mais próximas - ou não estivéssemos a caminho do Natal… Condições ideais para jogar em grupo, certo? Orbit, por exemplo.

Este jogo multiplayer para dispositivos mobile tem por base clássicos do género “Traga Bolas - Hipopótamos Comilões”, em que um máximo de até quatro pessoas tomava o seu lugar para “ingerir” o máximo de bolas possível.

 

Este jogo multiplayer para dispositivos mobile foi criado a pensar em clássicos do género “Traga Bolas - Hipopótamos Comilões”, em que um máximo de até quatro pessoas tomava o seu lugar para “ingerir” o máximo de bolas possível. Neste caso o desafio é intergaláctico é há que fazer crescer os seus planetas.

Os pontos somam-se roubando os adversários, mas principalmente mantendo em órbita o seu míssil pelo maior período de tempo. Pelo meio há uns quantos truques para fazer que ajudam a melhorar a performance.

O Orbit está disponível para iOS.

Timely: quando o despertador habitual não é suficiente para o fazer chegar a horas

Não faltam alarmes e sistemas de despertar para smartphones, mas o Timely Alarm Clock promete que nunca mais vai chegar atrasado. E também serve para cronometrar tarefas.