Domingo é dia de reunir as aplicações que ao longo da semana passaram pelo TeK. Esta semana reunimos sete propostas, que vão da produtividade ao entretenimento.  
As opções que marcaram a semana estão sobretudo direcionadas para quem usa dispositivos móveis com Android ou iOS, mas não só. Nos últimos dias também passaram pelo site propostas para usar no PC. 
Nas páginas seguintes pode ver ou rever e aproveitar para juntar novas propostas à lista de favoritos.

Numa semana que ficou marcada pela Web Summit, pelo TeK também passaram algumas das propostas Made in Portugal que nos últimos dias se mostraram em Dublin.  


Uma palmada nas costas pelo bom trabalho? Há uma app para isso
Nem sempre é fácil motivar as equipas de trabalho, mas a startup portuguesa comOn tem uma fórmula para isso: é usar a app Tap My Back e garantir um reconhecimento partilhado por todos em modelo P2P.

A ideia tem conseguido reconhecimento internacional e esta semana vai estar em destaque no WebSummit, em Dublin, em conjunto com as propostas de outras startups portuguesas.

Com a app Tap my Back os gestores de equipas podem usar os smartphones ou tablets para partilhar a sua avaliação dos colaboradores, num modelo partilhado por todos os colegas de trabalho e que garante o envolvimento ns avaliações, embora os dados sejam anónimos.

 

A experiência pode ser personalizada de acordo com os objetivos da equipa, e como acontece em qualquer boa aplicação de gestão há relatórios e análises detalhadas à disposição dos "donos" do projeto.

A aplicação está disponível de forma gratuita para smartphones e tablets Android e iOS

O vídeo que reproduzimos abaixo mostra algumas das funcionalidades.


Veja a próxima aplicação

Google Inbox agora sugere respostas automáticas a emails
A tecnológica norte-americana continua a apostar na aplicação que mostra como pode ser o futuro do correio eletrónica. A nova atualização faz com que a ferramenta sugira respostas rápidas aos emails que vão chegando.

Perceber as Smart Replys do Google Inbox é fácil. O utilizador recebe um email e a aplicação sugere três respostas rápidas tendo em conta o contexto da conversação. Assim não precisa de pensar muito no que vai dizer nem precisa de escrever nada: basta selecionar a resposta mais indicada.

A ferramenta usa os mecanismos de linguagem natural da Google para gerar as respostas e quanto mais a funcionalidade for usada, mais inteligente fica e melhores sugestões fará no futuro.

De acordo com a Wired, o novo sistema terá a capacidade de gerar 20 mil respostas, ainda que numa fase inicial as opções serão bem mais limitadas.

[caption][/caption] 

As Smart Replys vão ficar disponíveis até ao final da semana na versão Android e iOS da aplicação Google Inbox - um projeto da Google que pretende transformar a forma de utilização do correio eletrónico e que pretende ser um olhar para o futuro desta ferramenta de comunicação.

Veja a próxima aplicação

 

Não tem nada para fazer? Deixe que os seus amigos saibam disso
Tão simples quanto isto: entra na app e desliza um botão para “Estou disponível”, mostrando aos seus amigos que está livre para sair e beber um copo ou dar um passeio.

A Who’s Down assenta nessa ação para depois mostrar um menu principal onde estão todos os amigos igualmente disponíveis para fazer qualquer coisa. Depois é possível especificar o que nos apetece fazer – jantar fora, ir ao cinema, etc.

As atividades podem ser editadas livremente, mas também é mostrada uma lista com as ações mais populares do momento.

Temos duas opções: sugerirmos uma saída e esperarmos que algum dos nossos amigos esteja livre para nos acompanhar ou juntarmo-nos à saída de alguém. Nesse momento abre uma janela de chat para que se possa combinar a saída.

Embora não tenha havido qualquer pompa nem circunstância no seu lançamento, este misto de calendário com messaging já tem versão para Android e iOS, mas ainda só está disponível por convite.

Veja a próxima aplicação

 

Onde quer ir e quanto quer gastar? O Flykt ajuda-o a escolher o próximo destino
Chama-se Flykt é uma aplicação web desenvolvida em Portugal e cozinha sugestões de lugares onde pode ir, tendo em conta um conjunto de critérios, como o valor que quer gastar e a cidade de partida.

Para usar o motor de busca do Flykt tem de definir um ponto de partida, um orçamento para a viagem, as datas em que quer viajar, o tipo de alojamento preferencial (um passo que pode saltar e ficar aberto a sugestões) e o número de pessoas que vão viajar.

A estas pistas junte o tipo de atividade que prefere, entre opções como cultura, natureza, sky, vida noturna, compras, gastronomia, praia e outras. Com todos os critérios preenchidos faça a pesquisa e receba as sugestões. À direita aparece um mapa que localiza as opções encontradas. À esquerda vão aparecer algumas das propostas listadas com mais destaque. Para cada uma das propostas vai encontrar detalhes relativos ao destino, à estadia e ao voo.

Por enquanto o Flykt não está a vender serviços e por isso as sugestões devolvidas pela pesquisa, por enquanto são apenas para consulta. Mesmo assim vale a pena conhecer o conceito, que por estes dias está a ser mostrado no maior evento europeu de empreendedorismo, o Web Summit.

Veja a próxima aplicação

 

No jogo Skiing o objetivo é um: encontrar o Yeti da Montanha
É uma das aplicações que tem estado em destaque nas lojas do Android e do iOS. Os gráficos em 8-bits ajudam a tornar mais apelativa esta aventura de destreza de um só dedo - é tudo quanto precisa para encontrar o mítico Yeti.

Yeti - essa criatura das neves que muitos dizem ter avistado, mas que até hoje ainda não se sabe se existe de facto. Para isso é que são criados jogos como o Skiing, para que o monstra possa ser encontrado.

O jogador assume o papel de um esquiador que apesar de ter como missão principal encontrar o Yeti, na verdade acaba por ser mostrar muito mais habilidoso nos desportos de neve. Fala slaloms pelas montanhas abaixo, desvia-se dos obstáculos e veja alguns momentos mais sangrentos 'patrocinados' pelo Yeti.

Um dos aspetos mais característicos do jogo é o facto de tudo poder ser controlado com um único dedo, além de os gráficos serem em 8-bits: o que nem fica nada mal para a aventura que é.

O jogo pode ser descarregado tanto para dispositivos Android como para iOS.

Veja a próxima aplicação

 

Quer tornar as suas comunicações mais seguras no Android? Experimente a app Signal

A aplicação foi "aprovada" por Edward Snowden como uma app de cifra segura e já estava disponível para iOS mas chega agora à plataforma Android.

A aplicação da Open Whisper Systems tem sido referenciada de forma positiva por muitos defensores da privacidade - e críticos da NSA - mas só estava disponível para iPhone e iPad. Agora a empresa decidiu disponibilizá-la também para Android, juntando as mensagens e chamadas privadas numa única aplicação.

A empresa já tinha disponível para Android a app Redphone para chamadas cifradas e a TextSecure para mensagens, mas agora combina as duas funcionalidades.

Desde que foi lançada, a 2 de novembro, a Signal tem sido alvo de grande interesse e pode capitalizar o número de utilizadores da TextSecure, que vão receber a nova app como atualização num próximo update.

A app está disponível gratuitamente mas para uma aplicação que protege a privacidade exige acesso a demasiadas funcionalidades e informações do smartphone...

Veja a próxima aplicação

 

Pesquisar, arrastar e colar para fazer vídeo-memes facilmente com a Spun

Esqueça as ferramentas complicadas de edição de vídeo. A Spun propõe-se ajudá-lo a misturar cenas e a personalizar as suas curtas-metragens com animações, efeitos especiais e texto de forma simples.

 

O ponto de partida pode ser um vídeo filmado na altura ou guardado no telemóvel ou escolhido da comunidade Spun. A partir do momento em que há “matéria prima” é possível juntar outros vídeos e depois decorá-los com animações várias ou acrescentar texto. 

Entre as opções disponíveis pode brincar com os diferentes aspetos, nomeadamente substituir cabeças ou juntar elementos estranhos ao cenário original para criar a sua obra ou adaptação cinematográfica.

Quem não quiser criar um vídeo de raiz, pode passar pelo feed da aplicação e aproveitar um que já esteja feito como base para uma versão reformulada, ou um “respin”.

A Spun, neste momento, está apenas disponível para iOS, embora os seus criadores anunciem a versão para o universo Android "para muito breve". 

Já decidiu quais as apicações que vai instalar?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.