A Shazam, aplicação para plataformas móveis que responde à pergunta "que música é esta?", anunciou esta quarta-feira que recebeu uma nova injeção de capital que elevou o seu valor para mil milhões de dólares. O investimento chega por parte de investidores não identificados e é mais uma prova da influência da empresa no ramo da música.



Um acordo fechado nesta terça-feira assegurou à Shazam um investimento de 30 milhões de dólares (quase 26 milhões de euros) por parte de novos investidores, que passam a deter 3% do capital da empresa. A companhia passa assim a valer mil milhões de dólares, qualquer coisa como 864 milhões de euros.





O nome dos novos investidores não foi divulgado à imprensa, mas os números que demonstram a notoriedade do serviço no mercado da música digital, onde a empresa se diz responsável por 10% das vendas.



"Este investimento reflete o progresso substancial que temos feito ao oferecer um novo paradigma às marcas e produtores de conteúdos para aumentar o alcance ao seu público", comentou Andew Fisher, presidente executivo da Shazam.



Em 2014 o serviço que permite identificar tema e autor de mais de 35 milhões de músicas atingiu a marca dos 100 milhões utilizadores. Com 20 milhões de pesquisas feitas pelos utilizadores, Wake Me Up de Avicii é, até à data, a música mais procurada de sempre

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.