O relatório da Adjust.com indica que as aplicações zombie ocupam cada vez mais espaço, deixando pouca margem para estreias bem sucedidas. "Undead App Store" faz contas às apps que não têm números de downloads suficientes para chegar aos tops e que obrigam a pesquisas para ser descobertas.



Apesar da App Store já valer mais em receitas do que as vendas de bilheteira dos estúdios de Hollywood em 2014, a garantia de sucesso - e lucro - para os programadores que desenvolvem apps parece cada vez mais longínqua.



No ano passado o número de apps presente na AppStore chegou aos 1,42 milhões, cum crescimento de 60% face a 2013, quando o número registado estava nos 890 mil.


A conquista de visibilidade é o maior problema identificado pelo relatório, o que somado à dificuldade de pesquisar de forma eficiente na App Store afasta as novas apps da possibilidade de conquistarem sucesso rápido.



Não é nenhuma surpresa que as chamadas aplicações zombie ultrapassam em número as apps "vivas", como o TeK já escreveu mas este novo relatório indica que o crescimento tem sido exponencial e que em 2014 passaram de 74% de todas as apps na loja da Apple para 83% do volume total.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.