A aplicação de trânsito da BuzzStreets estará disponível para Android no final de setembro e chega ao ecossistema iOS no início do mês seguinte, embora possa ser experimentada já a partir de hoje desde o site da empresa. Apresenta-se como um contributo para melhorar a mobilidade dentro das cidades.



A plataforma na base da app agrega e interpreta um conjunto de informação, que são mostrados na aplicação, dando indicações sobre obras e outros eventos que possam prejudicar o funcionamento normal do trânsito. Entre eventos previstos e não previstos.



Os dados que fornece ao utilizador chegam de várias fontes, nomeadamente através de parcerias com as autarquias, que permitem ter acesso a informação sobre obras calendarizadas, por exemplo. Os eventos não previstos serão detetados por outros recursos no terreno. Perante situações que possam influenciar o trânsito, a app sugere percursos alternativos, mostrados sobre o Google Maps, que serve de base à aplicação.



A informação que é compilada e analisada na BuzzStreets chega por via das parcerias com câmaras municipais, mas também através dos dados recolhidos nas ruas pelos BuzzInspectores (que acompanham as obras em locais públicos), ou da informação recolhida por drones e por funcionários da empresa que vão circular pelas cidades de mota. Junta-se a informação fornecida pelos próprios utilizadores, que também podem, online ou através de uma linha gratuita, fornecer dados de trânsito.



A startup portuguesa que criou a aplicação está a candidatar-se a um projeto de investigação europeu, no âmbito do Horizonte 2020, e está na short list de empresas escolhidas para integrar o Connect Europe - Brasil. As duas iniciativas são encaradas pela empresa como oportunidades para a internacionalização, admite João Marques Fernandes, CEO da BuzzStreets.


A empresa defende que a principal mais-valia da sua plataforma está no facto de fazer confluir numa mesma ferramenta informação com várias fontes, que torna mais completos os dados que chegam ao utilizador e às empresas.





O mercado B2B (Business to Business) é aliás a prioridade da BuzzStreets para rentabilizar o investimento de 100 mil euros já aplicado ao projeto e para atrair 1,5 milhões de euros de investidores e assegurar a concretização dos próximos objetivos, arrancando com a internacionalização.



Dos planos da empresa para um futuro próximo fazem parte o desenvolvimento de novas funcionalidades para a aplicação, como notificações sobre alterações ao trânsito em percursos habituais, ou a possibilidade de criar uma versão premium. As novidades serão desenvolvidas a pensar nos utilizadores, mas também nas empresas e nas próprias autarquias, encaradas pela BuzzStreets como potenciais clientes do produto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.