Foi exatamente há 10 anos que a finlandesa Rovio decidiu apresentar ao mundo os Angry Birds. A luta dos “pássaros furiosos” contra malvados porcos verdes rapidamente se tornou num fenómeno mundial, passando de um simples jogo para dispositivos móveis para o universo da sétima arte, dos desenhos animados e do merchandise, contando com mais de 1,8 biliões de produtos vendidos.

Para celebrar uma década de existência, os Angry Birds decidiram usar a sua “raiva” para o bem e lançaram a campanha “Bring the Anger”. A Rovio encorajou os jogadores da mais recente versão do jogo a mostrar o seu apoio às causas humanitárias, desafiando-os a “rebentar” 10 mil milhões de porcos verdes. Uma vez atingido o objetivo, a empresa finlandesa fez uma doação de 100 mil dólares ao Fundo de Emergência para a Educação da UNICEF. O donativo vai ajudar crianças em zonas de conflito ou locais afetados por emergências por todo o mundo.

Na campanha “Bring the Anger” houve também espaço para diversas iniciativas de consciencialização do público, incluindo uma “Venting Machine” em Nova Iorque. Ao utilizar a máquina, os transeuntes habilitavam-se a ganhar prémios surpresa ao libertar as suas frustrações, contando até com ajuda do wrestler da WWE The Big Show. Além disso, a Rovio aliou-se à Spin para desenvolver as “Rage Riders”, descritas como trotinetas elétricas movidas a “raiva”.

Montra TeK: De Angry Birds a 1.000.000.000 de downloads
Montra TeK: De Angry Birds a 1.000.000.000 de downloads
Ver artigo

Em 2012, a primeira versão do Angry Birds tornou-se no primeiro jogo para dispositivos móveis a chegar à marca de um bilião de downloads. Dez anos depois do seu lançamento, a febre dos “pássaros furiosos” continua e, de acordo com a Rovio, parece não ter fim à vista, contando, até à data com mais de 4,5 biliões de downloads.

Segundo a criadora do popular franchise, o título chegou verdadeiramente aos quatro cantos do mundo. O local mais remoto em que alguém chegou a jogá-lo foi na Antártida, onde, para sua surpresa, já foi descarregado nove vezes. Mas não é tudo: em 2013, os Angry Birds chegaram ao espaço graças a uma colaboração entre a Rovio e a Agência Espacial Norte-Americana, contando até com a participação de Don Pettit, um dos astronautas da Estação Espacial Internacional.

Angry Birds vão lutar contra porcos no espaço
Angry Birds vão lutar contra porcos no espaço
Ver artigo

Embora muitos os conheçam pelo seu temperamento mais zangado, o grupo de pássaros tem vindo a ser protagonista de inúmeras campanhas por causas sociais. Os Angry Birds ajudaram, ainda neste ano, pessoas com necessidades especiais a jogar e, em 2018, auxiliar famílias cujos filhos foram diagnosticados com cancro. Em 2015, a luta contra as mudanças climáticas e a proteção de espécies animais em perigo de extinção esteve também na sua agenda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.