Em breve vai passar a ver menos anúncios de "dietas milagrosas" de chás para uma "barriga lisa" ou procedimentos cosméticos no Instagram. De acordo com a notícia avançada pelo Standard, que conversou com Emma Collins, manager de políticas públicas do Instagram, o Instagram vai remover alguns anúncios de publicidade sobre cirurgias estéticas e produtos dietéticos e impor uma restrição de idades. O objetivo é diminuir a pressão que os jovens podem ter ao ver as publicações na plataforma.

No âmbito desta nova política, o Instagram vai restringir publicações para utilizadores com menos de 18 anos que promovam a utilização de certos produtos para perda de peso ou procedimentos cosméticos com um incentivo de compra ou com um preço estabelecido.

Facebook abre “temporada de caça” a vulnerabilidades no Instagram
Facebook abre “temporada de caça” a vulnerabilidades no Instagram
Ver artigo

Mas a plataforma vai tomar uma decisão mais drástica no que diz respeito às "dietas milagrosas". De acordo com o site, o Instagram vai eliminar as publicações de todos os utilizadores que fizerem a promoção deste tipo de dietas sobre determinados produtos que estejam vinculados a uma oferta comercial, como um código de desconto. Estas publicações passam a não ser permitidas pelo Instagram e vai haver uma funcionalidade adicional para permitir que os utilizadores reportem os posts que não se enquadram nesta nova política.

Na prática, publicações que promovam produtos como chás de dieta com uma legenda semelhante a "este produto ajudou-me a perder 10 kg" e com um código de desconto para compra passam a ser removidas. Esta medida vai ter particular impacto nos perfis das influencers, sendo as irmãs Kardashians das mais populares na plataforma. Em declarações ao site, Emma Collins garante que mesmo neste caso não vai haver exceções.

Apesar de não avançar com uma data a partir do qual a política vai estar em vigor, a manager de políticas públicas do Instagram considera não ser "do interesse da comunidade em geral ser exposto a este tipo de alegações de milagres". Mas, assumindo uma especial atenção nos jovens, Emma Collins explica que qualquer promoção de marcas para perda de peso ou realização de procedimentos cosméticos serão eliminadas dos feeds de utilizadores com menos de 18 anos.

Esta atualização da política do Instagram surge numa altura em que há cada vez mais fãs das apps de fitness, fator que pode estar relacionado com a preocupação cada vez maior com a saúde e a adoção de estilos de vida saudáveis. De acordo com uma investigação da Grand View Research esta tendência deverá manter-se, prevendo que em 2026 o mercado global das aplicações de fitness valha 10,9 mil milhões de dólares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.