O mercado global das aplicações de fitness deverá valer em 2026 10,9 mil milhões de dólares, o que se traduz numa taxa de crescimento anual composta de 21,1%. Os dados são de uma investigação da Grand View Research publicada em agosto, que dá como explicação o aumento do número de pessoas que procuram adotar um estilo de vida saudável e consciente.

O relatório organizou as apps em três tipos: exercício e perda de peso, dieta e nutrição e de monotorização das atividades. Entre todas as aplicações disponíveis para download, as referentes ao exercício e perda de peso foram as que mais utilizadores tinham e os smartphones foram os dispositivos mais utilizados para estas apps em 2018.

tek apps fitness

Esta tendência poderá ser explicada pela aposta das operadoras de redes móveis, que estão cada vez mais a olhar para a "saúde móvel" como uma oportunidade de investimento, devido ao aumento da utilização de smartphones e à crescente consciencialização sobre saúde e nutrição.

Quanto às plataformas, o iOS representou o maior mercado em 2018, mas o relatório prevê que até 2026 o mercado de aplicações de fitness para Android aumente durante o período de previsão.

Em 2018, o mercado das aplicações de fitness valia 2,4 mil milhões de dólares e a América do Norte era a região onde mais utilizadores recorriam a este tipo de apps. Mas, a previsão do relatório é que a Ásia cresça também de forma substancial até 2026.

A Adidas, Appster, Fitbit, FitnessKeeper, Azumio, MyFitnessPal e a Nike foram algumas das principais marcas em 2018 a atrair utilizadores. Este tipo de aplicações são, geralmente, de confiança para os atletas, que vêm nelas uma boa opção de se manterem em forma, observa o relatório.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.