Os principais estúdios de Hollywood contactaram a Google com pedidos de remoção de aplicações do Google Play que usam imagens protegidas por direitos de autor, não respeitados por quem as reutiliza nesse conteúdo.



De acordo com a Reuters os cinco maiores estudos cinematográficos já fizeram o mesmo tipo de solicitação, alegando que este tipo de apps está a piratear conteúdos. De acordo com uma pesquisa divulgada pela agência, cerca de 90% das apps relacionadas com os oscares usam algum tipo de material não autorizado.



Entre os exemplos apontados estão apps que usam imagens de The Hobbit, mas também de séries de televisão populares como Glee. Numa ação anterior a indústria já tinha "atacado" uma app chamada Hobbit 3D Wallpaper HD que permitia animar o ecrã do smartphone com imagens do filme.



Um porta-voz da Motion Picture Association of America, associação da indústria cinematográfica, já admitiu que as apps para smartphones são um problema crescente que precisa de ser resolvido. Também alertou para o facto de muitas destas apps representarem uma ameaça a outros níveis, nomeadamente para a segurança dos utilizadores.



Vale também a pena lembrar que esta não é a primeira vez que a indústria cinematográfica investe contra a utilização de conteúdos não autorizados nas aplicações para telemóveis. Há histórico de processos judiciais devido à utilização de conteúdos de filmes como o Homem Aranha ou Lanterna Verde em aplicações para telemóvel.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.