O Facebook tem estado bastante ativo ao nível de conversações com estúdios de desenvolvimento de jogos para saber o interesse dos mesmos na criação de títulos para a plataforma Messenger. Quase dois meses após a transformação da aplicação num ecossistema mais amplo, a maior rede social do mundo quer dar uma injeção a esta nova fase do serviço.

Quem avança com o relato é o The Information que cita três fontes próximas ao projeto. O Facebook estará ainda apenas numa fase de conversações, não sendo certo quando os jogos vão chegar ao Messenger - e se vão chegar. Do lado da rede social já houve confirmação de que estas conversações existem de facto.

A decisão de investir nos jogos está alegadamente relacionado com o facto de as restantes aplicações do ecossistema Messenger não estarem a ter a receção esperada. O Facebook espera que os jogos despertem os utilizadores para o potencial da plataforma e para a existência de outras aplicações.

No entanto também é de destacar que a primeira vaga de aplicações para o Messenger são compostas sobretudo de apps de emojis, GIFs e outros elementos multimédia que servem para “alegrar” as conversações feitas através do serviço.

O Messenger tem 500 milhões de utilizadores ativos por mês e é um dos principais serviços do Facebook. Numa altura em que a febre dos jogos na rede social parece ter acalmado - depois da euforia do Farmville, Mafia Wars e mais tarde do Candy Crush -, a empresa de Mark Zuckerberg tenta recuperar uma fórmula antiga de sucesso.

Ainda está por saber no entanto de que forma é que os jogos serão implementados e quais as tipologias de títulos que podem ser exploradas no forma Messenger.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.