Se os dispositivos Android registam a maior quantidade de downloads, no que diz respeito a faturação a Apple continua a dominar, já que os seus utilizadores gastam mais dinheiro nas plataformas iOS. A Google pretende incentivar os seus utilizadores a investirem mais nos produtos pagos da sua loja através de um método de pagamento alternativo: as transações com dinheiro.

No evento I/O que decorreu nos últimos dias, a gigante tecnológica tem vindo a mostrar diversas novidades do seu ecossistema e revelou a funcionalidade chamada pending transactions (transações pendentes), que oferece aos utilizadores formas alternativas ao cartão de crédito na altura de fazer “check out”. No fundo trata-se de um sistema de pagamento de forma prolongada, semelhante a dinheiro, transferência bancária ou débito direto, referiu Aurash Mahbod, o diretor de engenharia responsável pela Play Store durante a conferência, como notou o Tech Crunch.

Ao optar por esta modalidade de pagamento, os utilizadores recebem um código que pode ser utilizado numa loja aderente e pagar em dinheiro. Minutos depois de pagar, o utilizador irá aceder ao produto que adquiriu e receberá um email com a prova de pagamento. A Google refere, no entanto, que caso o utilizador decida o seu reembolso, a devolução não será feita em dinheiro, mas sim créditos na Play Store.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.