Nos últimos meses a categoria de jogos foi a quem mais cresceu nas aplicações descarregadas das lojas de apps para iOS e Android, como mostra um estudo da app Annie. Seguiram-se aplicações úteis, finanças e entretenimento, e as aplicações profissionais consumiram nos últimos três meses 30% mais o tempo de quem está online do que no período pré pandemia.

Não fomos influenciados pelo estudo, mas a verdade é que esta semana são os jogos que voltam a dominar as sugestões do SAPO TEK, acompanhadas de uma app útil para quem estuda para os exames e ainda uma ferramenta para encontrar aplicações para instalar.

São todas grátis, uma qualidade que apreciamos, mas aproveite também para espreitar as aplicações pagas que estão temporariamente gratuitas nas lojas da Google e da Apple, numa seleção muito bem trabalhada para poupar alguns cobres.


Descubra apps e jogos gratuitos para o seu smartphone com a AppRaven

O principal objetivo da AppRaven é ajudar os seus utilizadores a descobrirem novas apps e jogos, de acordo com os seus gostos.

A AppRaven permite criar listas próprias com as aplicações que já tem instaladas, listas temáticas e visitar as listas criadas por outros, para descobrir novos conteúdos mobile para o seu smartphone ou tablet.

É possível ordenar aplicações pelas categorias que mais interessem ao utilizador, o que tornará mais fácil a pesquisa e contribuirá para melhorar os resultados apresentados.

É igualmente apresentada uma seleção diária das melhores ofertas na App Store, sendo possível filtrar os resultados por iPhone, iPad ou selecionar ambos.

Tem ainda a possibilidade de criar uma espécie de lista de espera para guardar as aplicações pagas que lhe interessem e ir acompanhando diariamente para ver se os preços baixam ou mesmo se, a determinada altura, entra nas borlas temporárias da App Store.

A AppRaven é gratuita e está disponível para dispositivos iOS.


Com dificuldade em reter a matéria aprendida a tempo dos exames? A Mochi dá uma ajuda

A Mochi é uma aplicação que quer ajudar os estudantes a lembrarem-se de tudo o que aprenderam nas aulas e tem um sistema que combina “flashcards” com uma técnica chamada repetição espaçada.

É já a 2 de julho que começa a primeira fase dos exames nacionais do ensino secundário, prolongando-se até ao dia 16 do mesmo mês: uma avaliação vista como um dos momentos fulcrais para os estudantes que pretendem ingressar no ensino superior.

Mesmo com toda a preparação para os exames é normal que o nervosismo faça com que a matéria aprendida “despareça” momentaneamente do cérebro na reta final para a avaliação. A Mochi quer ajudar os estudantes a lembrarem-se de tudo o que estudaram e tem um sistema que combina “flashcards” com uma técnica chamada repetição espaçada.

Clique nas imagens para ficar a conhecer a Mochi

O nome curioso da aplicação não surge por acaso. Embora a palavra Mochi (que em japonês se escreve 餅) se refira a uma doçaria típica do Japão, cuja popularidade tem vindo a crescer um pouco por todo o mundo, há uma outra (que se escreve 持つ) com uma sonoridade muito semelhante e que pode ser traduzida para “reter”.

Como é que tudo funciona? Através da Mochi é possível criar “flashcards” sobre as matérias que precisam de ser estudadas. Em vez de deixar tudo o que foi aprendido a ganhar pó na mente, a aplicação incentiva o utilizador a fazer revisões regulares. Ao rever um dos cartões criados, a app marca a próxima revisão automaticamente, tendo em conta se o utilizador conseguiu, ou não, lembrar-se do que foi aprendido.

Há também a possibilidade de ligar cartões entre si, criando uma rede de informação útil, assim como de importar apontamentos que já tem escritos e de incluir imagens, áudio ou vídeo nas notas geradas.

A Mochi está disponível tanto para Android, através da Play Store, como para iOS, na App Store. Fora do mundo mobile, pode também ser descarregada para o Windows ou ser usada no browser. Apesar de ser gratuita, a aplicação conta também com um modo Pro, que “desbloqueia” funcionalidades adicionais, com uma mensalidade de 5 dólares.


Crie a sua própria coleção de monstros e prepare-a para batalhas épicas em Monster Legends

Há mais de 700 monstros para colecionar e treinar em Monster Legends, entre criaturas Épicas, Lendárias e Míticas, havendo a possibilidade de entrar em vários tipos de combates: de duelos ao vivo a batalhas PvP, incluindo modos multijogador e lutas amigáveis.

Monster Legends é um título de estratégia onde os jogadores têm a oportunidade de criar e treinar a sua própria coleção de monstros virtuais, assim como de coloca-los em batalhas em tempo real contra outras criaturas. Existem ao todo mais de 700 monstros para colecionar, entre criaturas Épicas, Lendárias e Míticas, com novidades ao longo de todas as semanas.

Para garantir que os seus monstrinhos se transformam em hábeis lutadores terá de construir uma espécie de “paraíso” com todos os elementos de que precisam para evoluírem, contruindo habitats adequados às suas necessidades e recolhendo alimentos e além de moedas virtuais, que podem ser usadas, por exemplo, para fazer melhorias às infraestruturas da sua ilha e até aumentar a sua dimensão.

Clique nas imagens para ficar a conhecer mais sobre Monster Legends

É possível usar as moedas recolhidas para adquirir novos ovos de monstros, que terão de ser chocados na incubadora. Poderá também combinar diferentes tipos de monstros, levando-os até à “Montanha da Procriação”.

Depois de treinar os seus monstros poderá entrar em vários tipos de combates: de duelos ao vivo a batalhas PvP, incluindo modos multijogador e lutas amigáveis.

O jogo está disponível tanto para Android, através da Play Store, como para iOS, a partir da App Store. Note que, embora possa ser descarregado e jogado gratuitamente, Monster Legends conta com certos itens opcionais pagos.


Neste jogo vai ter de andar ao sol e à sombra para salvar os protagonistas de um fim trágico

Ponha o smartphone ao sol para falar com Theseus ou à sombra para falar com Asterion. Mas tenha cuidado: neste jogo inspirado na mitologia grega quanto mais ajuda um deles, mais o outro se perde.

Neste romance visual inspirado na mitologia grega, entra no papel de Ariadne e cabe-lhe guiar Theseus e Asterion, que estão presos num labirinto. Mas há regras incontornáveis para a missão correr pelo melhor.

É que nesta adaptação contemporânea do mito do Minotauro e o labirinto “joga” com o sensor de luz do seu smartphone, então sempre que quiser falar com Theseus terá de estar à sombra, já para comunicar com Asterion será o contrário, colocando o telefone num sitio de maior luminosidade.

O primeiro capítulo da “novela mitológica” é gratuito e tem cerca de uma hora. O jogo completo pode ser desbloqueado com uma compra na aplicação. Ao todo há cinco capítulos, 10 labirintos para explorar e oito finais alternativos.

Unmaze - uma fábula interativa de luz e sombra está disponível tanto para Android como para iOS.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.