A LG comprou os direitos do webOS à HP mas não pretende utilizar o sistema operativo em dispositivos móveis. A empresa sul-coreana vai usar o software open source nas Smart TV que vai construir no futuro, sendo ainda incerto em que estado fica a aliança estabelecida com várias fabricantes de televisões.

A tecnológica sul-coreana adquiriu patentes, empregados e código-fonte do sistema operativo à Hewlett-Packard, mas os valores da operação financeira não foram revelados. O presidente da LG, Skott Ahn, disse ao CNet que a compra do webOS representa um novo capítulo para a empresa que vai apostar num interface mais intuitivo nas televisões.

A aquisição da LG não pode ser vista como uma total surpresa já que rumores do final de 2012 indicavam que a marca iria apresentar na CES um televisor com webOS - situação que acabou por não acontecer. O sistema operativo acaba por sair da HP com alguma dignidade, depois de vários meses de vida atribulados após a compra feita pela tecnológica norte-americana à Palm.

Samsung despede-se do Bada com a chegada do Tizen

Já é publicamente conhecido que o Tizen é a nova aposta e alternativa da Samsung para a área dos dispositivos móveis. O atualmente suportado Bada vai ser integrado com o novo sistema operativo que é uma versão remasterizada do MeeGo da Nokia e da Intel.

Todas as apps do Bada vão ser suportadas pelo Tizen mas nenhum smartphone com Bada pode migrar para o novo software. "Esta é uma transição para um serviço melhor", disse à agênia Yonhap o presidente da Samsung para a área de Media Center, Hong Won-pyo.

Os primeiros telemóveis com Tizen devem chegar ainda durante 2013.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.