Embora o verão já tenha acabado, a onda de calor ainda nos faz sentir com vontade de dar bons passeios à beira-mar. Por isso, nada como abastecer os smartphones com novas aplicações de entretenimento. Se por um lado o Instagram tem novos gifs e emojis para animar as conversações, já pode apanhar os novos monstrinhos em Pokémon GO.

Mas o SAPO TEK tem outras propostas interessantes para quem gosta de jogar nos smartphones. Se gosta de um desafio de estratégia e gestão, poderá fazer contas ao orçamento da Câmara Municipal e construir uma cidade de raiz. Mas se prefere uma aventura repleta de mistérios e puzzles emocionantes, então fique a saber que um dos clássicos da portátil Nintendo DS já se encontra disponível.

My City: O jogo que o transforma em presidente da Câmara

Faça a gestão de uma cidade, construa edifícios, mas sobretudo, mantenha os habitantes felizes. Não será fácil neste jogo de simulação…

Inspirado na clássica série Sim City e outros tantos títulos de simulação e gestão de uma cidade, My City: Entertainment Tycoon coloca os jogadores na pele de um Presidente da Câmara. O objetivo é gerir os recursos e construir edifícios comerciais e residenciais que acompanhem o crescimento da cidade de forma a transformá-la na “capital do entretenimento”.

O jogo oferece diversas opções de personalização, desde o estilo dos edifícios às suas cores. Os jogadores devem equilibrar a quantidade de áreas de lazer, como parques, às vias de comunicação, estradas, etc. Mas claro que sendo o objetivo manter os habitantes felizes, nada como construir casinos, clubes noturnos, hotéis de luxo e outras zonas turísticas.

Pode fazer o download de My City: Entertainment Tycoon nas versões Android e iOS.

Pokémon Go: há novos e misteriosos Pokémon e a ordem é para os apanhar a todos

A febre do Pokémon Go continua bem viva para um grupo de fãs irredutíveis e há novas personagens para coleccionar.

A The Pokémon Company International, a Niantic, Inc. e a Nintendo anunciaram hoje a descoberta de um novo Pokémon mítico no mundo do Pokémon Go. Chama-se Meltan e tem um corpo composto maioritariamente de metal líquido, tornando a sua forma muito fluida.

Este Pokémon pode usar os seus braços e pernas líquidos para corroer metal e absorvê-lo para o seu próprio corpo e é capaz de gerar electricidade, que é utilizada como fonte de energia e para disparar um ataque a partir do seu olho.

Os avistamentos relatados referem um Ditto que se transforma em Meltan mas mais novidades devem ser reveladas (como sempre)  pelo Professor Oak e o Professor Willow.

O Pokémon GO é um dos jogos de maior sucesso para dispositivos móveis, e está disponível para iOS e Android gratuitamente. Neste universo o jogo faz a ligação aos jogos Pokémon: Let’s Go, Pikachu! e Pokémon: Let’s Go, Eevee! que vão estar disponíveis em exclusivo para a consola Nintendo Switch a 16 de novembro de 2018.

Instagram agora tem emojis “à mão de semear” nos comentários e GIFs a partir dos Direct

As notícias mais recentes em redor do Instagram dão conta do “afastamento” dos seus  criadores, mas a app conta desde há pouco tempo com algumas novidades para os utilizadores.

Abandono dos fundadores devido a divergências com a “dona” Facebook à parte, a equipa por detrás do Instagram dotou, recentemente, a aplicação das fotos por excelência com novos recursos.

Se é utilizador assíduo é muito provável que já tenha reparado na nova barra de atalhos para emojis quando se prepara para comentar uma qualquer publicação. As sugestões dos bonecos são personalizadas de acordo com a frequência com que são usados e aparecem “em fila” abaixo da janela de comentários.

instagram barra emojis

A funcionalidade estava em testes desde maio último, mas só agora foi disponibilizada, na atualização mais recente da aplicação.

Desde há pouco tempo está também disponível a possibilidade de enviar GIFs no chat da aplicação. A opção que permite a publicação das imagens animadas no Direct surge de uma parceria com o popular GIPHY. O recurso tem chegado faseadamente tanto a dispositivos Android como iOS.

Professor Layton alia desenhos animados a puzzles desafiantes

Professor Layton and the Curious Village foi lançado há uma década na Nintendo DS e chega agora aos dispositivos mobile.

The Curious Village foi a primeira de uma duradoura série de videojogos nas plataformas portáteis da Nintendo, destacando-se pela sua intensidade narrativa e puzzles desafiantes. As histórias do arqueologista Layton e do seu fiel ajudante Luke são sempre complexas e misteriosas, inspiradas nas aventuras de Sherlock Holmes e Watson. O estilo cartoon nipónico das sequências cinematográficas narrativas destacaram-se de tal forma que os jogos deram origem a um filme e uma série televisiva com mais de 50 episódios.

O primeiro jogo da série chega agora aos dispositivos mobile e foi remasterizado em HD, otimizado pelo estúdio original, a Level-5, estando disponível para Android e iOS, por 11€. Para além dos fãs (e novos jogadores) redescobrirem uma aventura de grande qualidade, o estúdio introduziu novas cenas que ficaram de fora do jogo original.

A centena de puzzles de lógica e dedução disponíveis no jogo foram criados por um autor de livros de ginástica mental. Os jogadores serão constantemente desafiados a executar contas, situações de raciocínio, muitas vezes sendo necessário obter ajudas através de moedas espalhadas pelos cenários da aventura.

A par de um grafismo detalhado, sequências animadas de qualidade e personagens carismáticas, as melodias que pautam a aventura são típicas das grandes produções.

Decipher: um puzzle numa odisseia pelo espaço com 250 episódios em sete mundos diferentes

Neste jogo tem de rodar anéis espaciais para criar uma ligação clara e alinhada entre eles. Para isso, é preciso perceber a física por trás de cada anel, uma vez que cada um produz diferentes efeitos nos restantes.

É apresentado pela sua criadora Infinity Games como o jogo perfeito para os amantes da categoria puzzle, entusiastas de ficção científica e para todos aqueles que querem testar e melhorar a sua capacidade lógica.

O novo título mantém o estilo único e minimalista associado à empresa portuguesa, mas introduz algumas novidades. Submerso num ambiente de ficção científica e em música relaxante, Decipher tem lugar num ambiente espacial e o objetivo é criar uma ligação desobstruída entre os anéis.

Para serem bem-sucedidos, os jogadores têm de rodar os objetos em conformidade com o objetivo. Pode parecer fácil, mas cada anel produz um efeito diferente e esse efeito irá influenciar todo o puzzle. É preciso captar a física por trás de cada tipo de anel para perceber a melhor forma de alinhar todos os anéis.

Cada ação produz uma reação e todos os níveis trarão um desafio novo. Para auxiliar nesta batalha contra o universo, os jogadores terão pistas ao seu dispor e todo o tempo do mundo para entender o truque imiscuído em cada nível.

Traduzido em 15 línguas, Decipher está disponível gratuitamente para Android e iOS.

App do canal Odisseia alarga experiências dos documentários à realidade virtual

Em vez de apenas ver os documentários do Odisseia na TV, porque não "experimentar" algumas das sensações em realidade virtual? A app está disponível e é gratuita para iOS e Android.

A aplicação já foi lançada antes do verão e permite o acesso a clips adicionais de alguns documentários do canal Odisseia, que são potenciados com óculos de realidade virtual. A experiência ainda não é muito completa mas já dá um vislumbre o que se pode fazer para aumentar as possibilidades de experimentação para além da imagem do televisor.

Os documentários são exibidos ao fim de semana, depois das 22h30, no canal Odisseia que está presente nos vários operadores de televisão paga em Portugal e podem ser complementados com clips adicionais em realidade virtual.

Logo no lançamento foram anunciadas mais de 40 peças de realidade virtual em temáticas como natureza, actualidade e tecnologia, arte e história e aventuras. Quatro destes clips são de produção própria e abrangem uma experiência por dentro de um supercomputador em Barcelona, do Grande Telescópio das Canárias e do petroleiro Navantia, que tem uma altura equivalente a um edifício de 12 andares, mas também do Eurofighter, um dos aviões de combate mais poderosos do mundo.

A app pode ser descarregada gratuitamente para dispositivos iOS e Android, mas precisa de ter uns óculos de realidade virtual ou um smartphone que suporte a tecnologia para tirar partido da experiência.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.