Sabia que pode ajudar os cientistas envolvidos nas pesquisas que tentam encontrar uma cura e uma vacina para o vírus Zika?

A iniciativa é da IBM World Community Grid que construiu uma rede de processamento internacional potenciada por milhares de equipamentos ao redor do mundo. Com isto, a ideia da tecnológica norte-americana é que cada um dos utilizadores de computadores ou smartphones Android dispense parte da capacidade de processamento das suas máquinas aos sistemas informáticos que estão a analisar e confrontar as capacidades dos milhões de medicamentos e compostos químicos já existentes com modelos tridimensionais do vírus para aferir o que pode ser mais eficiente no tratamento.

 

Esta "concessão" pode ser feita através de uma aplicação disponível na página worldcommunitygrid.org. Quanto a isto, a IBM assegura que a app só funcionará quando o seu smartphone ou computador estiverem inativos.

O processo não é novo e já foi utilizado no combate à malária e à SIDA onde revelou bons resultados. Até à data, já 700 mil pessoas se inscreveram no programa.

O projeto OpenZika conta com uma equipa de investigadores do Brasil, liderada pela Universidade de Goiás e com o apoio da fundação Oswaldo Cruz.

A aplicação pode ser descarregada através deste link

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.