A Federal Trade Comission pode estar a ponderar na possibilidade de entrar com uma ação judicial contra o Facebook, o que poderia impedir os planos de unir o seu serviço de mensagens do WhatsApp com as funcionalidades de mensagens do Instagram e do Messenger. A notícia foi avançada pelo The Wall Street Journal, que garante que o órgão regulador poderá tomar uma atitude já a partir de janeiro de 2020.

No início do ano, surgiu a notícia de que o Facebook estaria a pensar “juntar” o Messenger, WhatsApp e Direct do Instagram, permitindo que os utilizadores troquem mensagens entre si. Em março, Mark Zuckerberg confirmou essa vontade, garantindo que isso iria traduzir-se em mais segurança para a comunidade.

No entanto, o órgão regulador americano pode arruinar estes planos, por estar preocupado com a forma como o Facebook vai integrar as suas aplicações e permitir que trabalhem com a concorrência. A informação foi dada ao The Wall Street Journal por fontes anónimas.

Facebook está a pensar “juntar” Messenger, WhatsApp e Direct do Instagram
Facebook está a pensar “juntar” Messenger, WhatsApp e Direct do Instagram
Ver artigo

Antes de entrar em vigor, a proposta teria de ser aprovada pela maioria das cinco pessoas da comissão, que teria de entrar com uma ação contra o Facebook e solicitar a um tribunal que impusesse a decisão. Quando contactada pelo jornal, a porta-voz da FTC, Betsy Lordan, recusou comentar a notícia e o Facebook também ainda não reagiu.

Recorde-se que no início desta semana a rede social esteve envolvida em mais uma polémica. Desta vez, a empresa de Mark Zuckeberg viu uma acusação da BlackBerry a ser validada pelo Tribunal Distrital de Munique, que decidiu que a rede social não pode oferecer serviços de apps na forma atual. Ainda assim, a decisão trata-se apenas de uma avaliação primária e não de uma decisão definitiva.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.